Home NotíciasEsportes Em noite melancólica, CSA estreia no returno da Série B com derrota para o Goiás

Em noite melancólica, CSA estreia no returno da Série B com derrota para o Goiás

Por Alagoas Brasil Noticias

Com um homem a mais desde o primeiro tempo, time da casa dominou as ações da partida em Goiânia

Após 10 jogos sem saber o que era perder, o CSA estreou com derrota para o Goiás, por 3 a 0, no returno da Série B, jogando com um homem a menos desde o primeiro tempo, já que o zagueiro Xandão acabou expulso após receber o segundo amarelo. O jogo foi disputado na noite desta sexta-feira, 10, no Estádio Pedro Ludovico, o Olímpico, em Goiânia-GO.  

Os gols do time esmeraldino foram de Lucão (no 1º tempo), Michael e Felipe Gedoz, ambos no 2º tempo. Apesar do resultado melancólico em solo goiano, o Azulão segue na vice-liderança do Brasileiro, com 34 pontos, enquanto o Goiás é o 4º colocado, com 30.

Na rodada seguinte (a 21ª), o time do Mutange vai receber o São Bento, às 21 horas do próximo sábado, 18, no Estádio Rei Pelé. O Goiás, por sua vez, vai visitar o Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 21h30 da sexta-feira, 17.

Expulsão no 1º tempo

Mesmo jogando fora de casa, o CSA começou indo ao ataque. E chegou a abrir o placar logo no primeiro minuto de bola rolando. Daniel Costa recebeu pela esquerda e deixou Alemão na cara do gol. O atacante tocou na saída do goleiro, estufando a rede, mas o árbitro assinalou impedimento.

Confira os melhores momentos da partida no Estádio Olímpico

O Goiás respondeu aos 4 minutos, assustando o goleiro e estreante Felipe Garcia. Renato Cajá recebeu de Michael e fez o giro na entrada da área, mas chutou fraco, no centro da barra.

O CSA chegou de novo aos 11 minutos. Juan cruzou fechadinho, com efeito, e o goleiro foi obrigado a dar um passo para trás, afastando o perigo com um tapa na bola. 

Na sequência, o Goiás quase abriu o marcador, aos 19 minutos. Em falha do zagueiro Xandão na saída de bola, Renato acionou o atacante Felipe, que chutou forte e viu a redonda explodir no travessão, para desespero do torcedor esmeraldino.

Volante Yuri aperta a marcação em cima do atacante esmeraldino Lucão

O CSA tentava, mas pecava muito no último passe e não conseguia concluir em gol. O time esmeraldino, por sua vez, tinha mais volume de jogo, apesar da dificuldade para superar o bloqueio dos visitantes.

Porém, de tanto insistir, o Goiás acabou premiado aos 29 minutos, com Lucão. Sozinho, o centroavante se antecipou aos zagueiros na pequena área para completar, de carrinho, para o fundo do gol: 1 a 0.

Para complicar do time azulino, o zagueiro Xandão fez falta em lance de contra-ataque, recebeu o segundo amarelo e foi expulso após segurar Lucão pela camisa, indo para o chuveiro mais cedo aos 41 minutos.

Já aos 47, o Goiás voltou a chegar com perigo. Após cruzamento da esquerda, a zaga afastou parcialmente e Giovanni pegou a sobra, chutando de primeira, mas para fora, à direita do goleiro.

Meio-campista Juan deu lugar ao atacante Hugo Cabral no segundo tempo

Pressão esmeraldina

Para o 2º tempo, o CSA voltou muito retraído, na tentativa de resistir à pressão do time da casa. E logo aos oito minutos, o Goiás quase fez o segundo gol. Em cobrança de falta, Renato Cajá chutou com categoria, tirando da barreira e vendo a bola acertar a trave. 

Só dava Verdão em campo. Com um homem a menos, o CSA não tinha saída de bola e seguia todo fechado. E aos 18, foi a vez de o Goiás assustar de novo, quando Celsinho saiu jogando errado e Michael invadiu a área para chutar forte, com a redonda carimbando o poste mais uma vez.

Já aos 24 minutos, o atacante Hugo Cabral – que entrou no segundo tempo – recebeu de Daniel Costa pela esquerda e arriscou o chute, mas mandou muito longe do gol de Marcos, numa das poucas chances do CSA no tempo final. 

O time esmeraldino respondeu um minuto depois, e mais uma vez com Michael, que recebeu de Lucão pela direita e chutou cruzado, mas Roger chegou na hora ‘h’ e mandou para escanteio.

Aos 36 minutos, quando já não conseguia esconder seu desgaste, o time visitante tentou na bola parada. Celsinho cobrou falta da direita e cruzou fechado. A bola passou por todo mundo e saiu à direita de Marcos.

Muito marcado, atacante azulino Alemão pouco finalizou

Pouco depois, aos 36, veio a resposta do Goiás, que ampliou a vantagem. Rafinha chutou forte da direita, Felipe Garcia fez boa defesa, mas Michael pegou o rebote e, de primeira, mandou para o fundo da rede: 2 a 0. 

E já nos acréscimos, quando o CSA torcia pelo apito final, o Goiás ainda encontrou o terceiro gol, aos 47 minutos. Michael cruzou e Felipe Gedoz, livre de marcação, acertou um peixinho no canto direito do goleiro Felipe, fechando o placar no Olímpico: 3 a 0.

FICHA TÉCNICA

Goiás: Marcos; Alex Silva, Victor Ramos, David e Ernandes; João Afonso, Renato Cajá e Giovanni (Léo Sena); Felipe Garcia (Rafinha), Lucão (Felipe Gedoz) e Michael. Técnico: Ney Franco.

CSA: Felipe Garcia; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Yuri, Juan (Hugo Cabral), Didira e Daniel Costa (Velicka); Taiberson (Roger) e Alemão. Técnico: Marcelo Cabo.

https://youtu.be/aVxVzlbsNsI

Os melhores momentos

Fonte: Gazeta Web

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário