Home NotíciasSaúde Paciente vítima de suposto erro médico em Palmeira dos Índios está em UTI, em estado grave

Paciente vítima de suposto erro médico em Palmeira dos Índios está em UTI, em estado grave

Por Alagoas Brasil Noticias

Reprodução | Hospital de Emergência Dr. Daniel Houly

O paciente que, conforme denúncias de familiares, esperou mais de 15 horas por atendimento médico neste final de semana, em Palmeira dos Índios, está internado, em estado grave, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergência Dr. Daniel Houly, em Arapiraca. A informação foi confirmada na tarde desta segunda-feira, dia 13, pela assessoria de Comunicação da unidade de saúde.

José Wellington Tomé, de 55 anos, que se encontra sedado, deu entrada no hospital neste domingo, dia 12,  após peregrinar por atendimento em outros dois hospitais desde o  sábado, 11.

PUBLICIDADE

Ainda conforme denunciaram os familiares da vítima, José foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios após sofrer um acidente. Ao chegar na unidade a médica que fez o atendimento informou que se tratava apenas de um caso clínico.

Depois da longa espera por uma reação do paciente, familiares conseguiram a transferência dele para o Hospital Regional Santa Rita, onde foi diagnosticado com Traumatismo Crânio Encefálico (TCE) e devido à gravidade foi encaminhado ao Hospital de Emergência de Arapiraca.

Após avaliação, além do TCE o paciente apresentou também perfuração do pulmão e  hemorragia na região do tórax.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Palmeira dos Índios informou que tomou conhecimento do fato ocorrido e que uma comissão está reunida nesta segunda-feira, na Unidade de Pronto Atendimento de Palmeira dos Índios, para tratar do assunto e exigir as medidas cabíveis do Instituto Diva Alves do Brasil (IDAB).

Ainda em nota, a secretaria comunicou que o IDAB por sua vez, afirmou que já foi instaurada sindicância interna e tomará as providências. A secretéria de Saúde,  Kátia Born, informou que acompanha atentamente o caso e pede celeridade na conclusão do relatório geral que dirá o que houve de fato.

Fonte: Cada minuto

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário