Home PLANTÃO DE NOTÍCIAS Estuprador é procurado depois de se masturbar e constranger jovem em ônibus

Estuprador é procurado depois de se masturbar e constranger jovem em ônibus

Por Alagoas Brasil Noticias

Imagem de estuprador foi divulgada nas redes sociais. Foto: Divulgação

Imagens de uma universitária vítima de estupro em um ônibus de Maceió começaram a circular nas redes sociais esta semana. De acordo com informações de testemunhas, o caso aconteceu dentro de um coletivo da empresa Real Alagoas que fazia a linha Eustáquio Gomes/Iguatemi nesta segunda-feira (13). A mulher seguia para a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), quando percebeu que o homem estava com a calça aberta e se masturbava do seu lado. Ela reagiu com tapas e chutes contra o agressor.

Nas imagens é possível ver que o homem estava com o zíper da calça aberto e não se defende das acusações. Os outros passageiros, revoltados, pedem para que o motorista chame a polícia e não abra a porta traseira, para que o agressor não fuja. Porém, o condutor do veículo parou na Avenida Durval de Góes Monteiro, no bairro do Tabuleiro, abriu a porta e o homem conseguiu escapar dos passageiros que tentavam contê-lo até que a Polícia Militar (PMAL) fosse acionada.

Amigos  da vítima procuraram a Superintendência de Transporte e Trânsito (SMTT) e denunciaram o motorista, o acusando de conivência com o estupro flagrado dentro do veículo. O órgão informou que irá solicitar à empresa de ônibus a abertura de um processo administrativo para apurar a conduta do motorista.

A imagem do agressor está sendo divulgada nas redes sociais para que ele seja reconhecido e punido pelo crime de estupro.

 

Estupro NÃO é só o ato sexual

 

A advogada Emily Vieira explica que no art. 213 do Código Penal (CP) Brasileiro, que consiste em “constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso”, tem por principal elemento a prática da violência e da grave ameaça mesmo que não haja a conjunção carnal, bastando, apenas, o constrangimento a sua prática ou qualquer outro ato libidinoso.

Já o Assédio Sexual está relacionado a condição hierárquica, tipificado no art. 216-A do CP. “Ocorre quando alguém com o intuito de obter vantagem ou favorecimento sexual, usa sua condição hierárquica ou ascendência inerentes ao exercício de emprego, cargo ou função. Vemos esse crime geralmente no ambiente de trabalho”, explica a advogada.

Emily Vieira explica ainda que, por sua vez, no estupro  (Art. 213),  há o constrangimento mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso. “É aqui que tipificamos o fato em questão, uma vez que o ato de se masturbar na frente da vítima, configura o constrangimento e a prática do ato libidinoso”, ressaltou.

Mulher comentou no Facebook sobre o estuprador (Foto: Reprodução)

A empresa Real Alagoas informou que irá se pronunciar através de nota ainda nesta quarta-feira (15).

Homem já foi denunciado na Delegacia da Criança e do Adolescente

 

Após a divulgação das imagens nas redes sociais, uma usuária do Facebook identificada como Mércia Souza afirmou que o homem que aparece nas imagens é seu padrasto e que ele já assediou os seus filhos. “Esse cara assediou meus filhos! Já foi denunciado da Delegacia da Criança e do Adolescente. Ele é marido da minha mãe com quem cortei relações, pois ela ainda continuou casada com ele. Ele já havia tentado aliciar todas as mulheres da minha família e mesmo assim minha mãe continuou com ele alegando que era uma doença. Resolvi me afastar dela e rezar pra um dia ela acorda. Até hoje não se fez nada e olha que várias pessoas da minha família testemunharam contra ele! Minha irmã está entrando em contato com essa vítima que não vai ser a última em quanto ele estiver solto”, declarou a mulher em uma postagem.

Tocador de vídeo

 
 

Fonte: Tribuna Hoje / Thayanne Magalhães

 

 
 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário