Home Mundo Nove voos mudaram rota por ameaças de bombas nesta quinta na América do Sul, diz agência de aviação chilena

Nove voos mudaram rota por ameaças de bombas nesta quinta na América do Sul, diz agência de aviação chilena

Por Alagoas Brasil Noticias

Mapa do trajeto do voo LA 2369, que fez pouso forçado em Pisco, no Peru (Foto: Reprodução/Twitter/AirportWebcams)

No total, 9 aviões foram forçados a fazer mudanças de emergência em suas rotas dentro dos espaços aéreos de Chile, Argentina e Peru, nesta quinta-feira (16), devido a ameaças de bombas feitas à agência de aviação civil chilena, disse o diretor-geral da agência a jornalistas.

Ao menos dois dos aviões eram operados pela Latam Airlines e três pela companhia chilena de baixo custo Sky, confirmaram as companhias.

PUBLICIDADE

O diretor-geral da agência de aviação civil do Chile (DGAC), Victor Villalobos Collao, disse que no total 11 ameaças foram feitas na quinta-feira, sendo duas “fictícias” e nove relacionadas a voos reais.

Todos os aviões foram declarados livres de explosivos, e ao menos uma aeronave pôde retomar seu voo, disse.

Segundo Collao, ligações advertindo sobre bombas a bordo dos aviões foram feitas aos escritórios da Latam e à agência de aviação civil do Chile, e a polícia está agora tentando rastrear sua origem.

Quatro dos aviões tinham a capital chilena como origem ou destino, acrescentou a DGAC em comunicado.

Um dos voos, o Sky 162, decolou do aeroporto Arturo Merino Benítez, em Santiago, com destino a cidade de Antofagasta, no norte do Chile, mas foi instruído a retornar à capital chilena, segundo o comunicado.

O voo 2369 da Latam, que decolou de Lima a caminho de Santiago, foi forçado a aterrissar na cidade peruana de Pisco, acrescentou.

O Ministério de Transportes do Peru disse que ninguém ficou ferido e que uma equipe responsável por desativar explosivos foi notificada.

A polícia do Chile não respondeu a pedido por comentário.

Fonte: G1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário