Home Geral PM embriagado brinca com arma, atira em amigo e se mata em seguida, em Goiania

PM embriagado brinca com arma, atira em amigo e se mata em seguida, em Goiania

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: Divulgação

Um caso de embriaguez e brincadeira com armas culminou na morte de um soldado da Polícia Militar (PM) e de seu amigo. A caso aconteceu no último dia 24, em Goiânia. Depois de passar a tarde bebendo com o colega, um PM de 31 anos começou a brincar com a arma e disparou acidentalmente contra o amigo, de 20. Desesperado, o soldado atirou na própria cabeça quando viu o que havia feito. O caso aconteceu na Avenida Planíce, no Vila Itatiaia.

De acordo com a delegada Magda D’Ávila, da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), o soldado de 3ª classe da Polícia Militar, Flávio Farias de Oliveira, já estava se despedindo do amigo, Matheus Oliveira de Castro, quando, já dentro do carro, saco a arma e começou a brincar com ela. Foi quando tudo aconteceu. Veja o vídeo abaixo.

“O policial já estava indo para casa, quando, numa brincadeira, atirou no colega. Ele desceu do carro e foi até o Matheus. Voltou para o carro e se matou”, conta a delegada à reportagem do Dia Online.

De acordo com o relato da delegada a um outro jornal local, os dois passaram a tarde de quarta-feira bebendo em uma sorveteria, e estavam embriagados. “Segundo testemunhas, ele estava bastante embriagado e manuseando a arma de fogo. Estavam todos reunidos ali, todos os amigos e, em certo momento ele falou que queria ir embora, entrou no seu veículo e ficou manuseando a arma. Seu amigo que estava de fora do veículo de repente recebeu um disparo acidental da arma dele. Ele saiu do veículo, olhou para o seu amigo, verificou o que havia feito, atingiu seu amigo na cabeça”, conta.

Matheus ainda foi levado com vida para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol), mas não resistiu e morreu antes de chegar na unidade de saúde.

Segundo informações de um jornal local, essa não foi a primeira vez que o soldado Flávio Faria teve problemas ao manusear sua arma na frente de amigos. No último dia 22 de junho de 2018, o soldado estava em uma mesa com amigos e começou a manusear sua arma.

De acordo com Boletim de Ocorrência da Polícia Civil, a arma disparou acidentalmente atingindo a perna de um homem que estava no local.

Logo após o disparo, uma equipe da Polícia Militar foi até o local e conversou com uma testemunha. Ela levou os militares até a casa do soldado, onde foi dada a voz de prisão. Com ele, os militares apreenderam sua pistola, uma Taurus PT 840.

À época, Flávio Faria foi autuado e preso em flagrante pelo artigo 15 do Estatuto do Desarmamento (Disparo de arma de fogo).

Em nota oficial divulgada, a assessoria da Polícia Militar disse que “providências serão devidamente adotadas pela polícia científicas para esclarecer os fatos.

Leia a nota na íntegra:

“A Assessoria de Comunicação Social da Polícia Militar confirma e informa sobre ocorrência envolvendo um policial militar de folga, na tarde de hoje (24), em Goiânia. Segundo informações preliminares, o policial estaria manuseando a arma de fogo dentro de um automóvel, momento em que ocorreu um disparo, atingindo seu supostamente amigo.

Posteriormente, com a mesma arma, outro disparo ocorreu, o qual atingiu sua própria cabeça. O policial não resistiu aos ferimentos e faleceu no local. A outra pessoa atingida foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao HUGOL, mas também não resistiu. Outras providências serão devidamente adotadas pela Polícia Técnico-Científica, a fim de se esclarecer os fatos.

Assessoria de Comunicação Social da PMGO.”

Fonte: Dia on Line

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário