Home NotíciasPolicia Polícia vai investigar se suspeita de matar advogado italiano agiu sozinha

Polícia vai investigar se suspeita de matar advogado italiano agiu sozinha

Por Alagoas Brasil Noticias

Carlo foi encontrado morto nessa segunda (5).

A Polícia Civil de Alagoas investiga se a alagoana Clea Fernanda Máximo da Silva, presa nessa segunda-feira (5), agiu sozinha ou se teve a ajuda de um ou mais cúmplices no assassinato do advogado italiano Carlo Cicchelli, de 48 anos, encontrado morto e enrolado em um plástico dentro da casa onde vivia com a companheira

De Torino, na Itália, irmãos e amigos de Carlo pediram ajuda ao consulado brasileiro, que acionou a correspondente consular em Alagoas, Eliza Rogato, e ela por sua vez buscou ajuda da polícia.

Horas depois de o desaparecimento ter sido divulgado pelo TNH1, ontem pela manhã, Clea esteve na Central de Flagrantes I, no Pinheiro, e assumiu ter assassinado o companheiro com quem vivia há mais de quatro anos. Eles moravam há três meses uma casa alugada no bairro da Ponta Grossa, em Maceió.

A delegada que investigará o caso, Rosimeire Vieira, explicou à reportagem que ainda terá acesso ao inquérito, mas que pretende descobrir, com base em testemunhos e nos laudos periciais, se Clea Fernanda agiu sozinha ou não. “Se for preciso, solicitaremos novos depoimentos”, disse. “Também queremos saber o que foi feito do dinheiro que ele trouxe para Maceió”, acrescentou. O dinheiro, segundo a família de Carlo, seria algo em torno de 200 mil euros da venda de uma casa na Itália.

Além de cometer o crime, a polícia quer entender os motivos que levaram a mulher a manter o cadáver por quase dois meses dentro de casa, convivendo com ele.

Perícia

De acordo com informações da perícia oficial, o corpo foi encontrado em um cômodo onde tinha uma cama, mas não foi possível verificar se a vítima tinha “lesões de defesa”, características de quem tenta se proteger de golpes, já que o corpo estava em avançado estado de putrefação.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário