Home NotíciasPolicia Empresário cearense acusado de desviar R$ 430 mi do Estado é preso em Alagoas

Empresário cearense acusado de desviar R$ 430 mi do Estado é preso em Alagoas

Por Alagoas Brasil Noticias

O empresário cearense Jovilson Coutinho Carvalho, acusado de desviar R$ 430 milhões do estado do Ceará, foi preso no município de São José da Laje, na Zona da Mata de Alagoas, na última semana. Ele é acusado de liderar um esquema de sonegação de impostos no setor têxtil.

A quadrilha comandada pelo empresário foi alvo da Operação Dissimulare em 2017 que resultou na prisão de empresários e auditores da Secretaria da Fazenda (Sefaz) do Ceará. De acordo com as investigações, os presos estavam envolvidos no processo de lavagem de dinheiro e cometiam os crimes há mais de dez anos.

Jovilson Coutinho, apontado como chefe do grupo, permaneceu foragido até a ultima quinta-feira (15), quando foi preso em uma fazenda e levado para o 119º Distrito Policial (DP) na cidade de Santana do Mundaú. Ele foi denunciado pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) por crimes contra a ordem tributária, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Outros 18 acusados também foram denunciados.

O esquema criminosa teria causado o prejuízo de R$ 430 milhões aos cofres públicos do Estado do Ceará e realizado movimentações financeiras que ultrapassam R$ 1 bilhão.

Como funcionava o esquema?

De acordo com o MPCE Jovilson Coutinho constituía empresas de fachada compostas por sócios-laranjas e, através delas, comprava tecidos em outros Estado, repassando-os a outras empresas beneficiadas. Assim, o grupo burlava o recolhimento de ICMS e possibilitava a revenda por um preço bem mais baixo, causando prejuízo aos cofres públicos estaduais. Durante as investigações da Polícia Civil foram detectadas a existência de 27 empresas de fachada usadas no esquema.

 

Fonte: Redação / Tribuna Hoje

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário