Home NotíciasEsportes Aeroazul, carreata e euforia: torcida recebe jogadores e pinta Maceió com as cores do CSA

Aeroazul, carreata e euforia: torcida recebe jogadores e pinta Maceió com as cores do CSA

Por Alagoas Brasil Noticias

Festa do acesso do CSA em Maceió — Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

A delegação do CSA desembarcou na tarde deste domingo no Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Maceió. Depois do acesso, na chegada, o grupo foi recebido com uma grande festa programada pela torcida. Não faltaram, faixas, bandeiras, músicas e muita euforia. Um trio elétrico também foi reservado para comandar a comemoração.

Os jogadores desfilaram em carro aberto e seguiram pelas ruas da capital. No trajeto, o torcedor seguiu o grupo do aeroporto até o Alagoinhas, na Pajuçara. Mas, antes da chegada, os azulinos ocupavam as ruas e viadutos de Maceió para participar também da festa.

Jogadores do CSA sobem no trio elétrico — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Jogadores do CSA sobem no trio elétrico — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Segundo colocado da Série B, com 62 pontos, o CSA garantiu o acesso no sábado. E com sobras. Goleou o Juventude por 4 a 0, gols de Jhon Cley e Neto Berola (três vezes), em Caxias do Sul.

A arrancada do CSA no cenário nacional foi fulminante. Em apenas três anos. Foi vice-campeão da Série D em 2016, campeão da Série C, em 2017, e agora conquistou o acesso para a Série A. É também a primeira vez que um clube tem três acessos seguidos no Brasileiro.

Em 2019, o calendário do CSA terá o Campeonato Alagoano, a Copa do Nordeste, a Copa do Brasil e o Brasileirão. No desembarque, o lateral Celsinho estava empolgado.

– O CSA era um gigante adormecido, que passou por muitas dificuldades há alguns anos, mas que desde 2016 voltou a se estruturar e deu a volta por cima. Tem tudo para crescer ainda mais nos próximos anos pela organização que tem hoje.

As imagens da tarde deste domingo ficarão marcadas para sempre na história do clube e na memória do torcedor azulino.

– Quando se iniciou o campeonato muita gente não acreditava no CSA e do quanto poderíamos render na Série B. Mostramos que esse elenco tem valor. Não houve euforia em momento algum. A humildade foi a marca do CSA em 2018. Mantivemos os pés no chão o tempo inteiro e isso fez a diferença – disse Celsinho.

CSA desembarca no aerporto de Maceió — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

CSA desembarca no aerporto de Maceió — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

 

Orgulhoso, torcedor do CSA mostra a faixa do acesso — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Orgulhoso, torcedor do CSA mostra a faixa do acesso — Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

 

Fonte: Globo esporte

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário