Home NotíciasEsportes Grupo de trabalho do Governo do Estado visita Estádio Rei Pelé

Grupo de trabalho do Governo do Estado visita Estádio Rei Pelé

Por Alagoas Brasil Noticias

Grupo de Trabalho avalia itens que passarão por reformas para se adequar às exigências para jogos do Campeonato Brasileiro (Fotos: Sandro Lima)

O Grupo de Trabalho (GT) do Governo do Estado para avaliar as melhorias que precisam ser feitas no Estádio Rei Pelé – Trapichão – visitaram o local na manhã desta quinta-feira (13). O maior palco do futebol alagoano passará por reformas para se adequar às exigências da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para sediar jogos da Série A do Campeonato Brasileiro em 2019. O CSA garantiu o acesso à elite do futebol nacional neste ano ao conquistar o vice-campeonato da Série B.

O GT reúne o Gabinete Civil do Governo do Estado, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), a Secretaria de Estado do Esporte Lazer e Juventude (Selaj), a Federação Alagoana de Futebol (FAF) e um representante do CSA.

Segundo Adrualdo Catão, secretário de Integração Política e Social do Gabinete Civil e presidente do GT, além das exigências da CBF, também serão colocadas no relatório a ser entregue ao governador Renan Filho (MDB) todas as outras demandas de melhorias necessárias no Rei Pelé.

“Com a ascensão do CSA para a Série A, o governador achou necessário que a gente fizesse um Grupo de Trabalho, não só para averiguar as exigências que a CBF impõe para que o Estádio receba os jogos da Série A, mas aproveitar checar tudo o que é necessário para melhorá-lo”, comenta Adrualdo Catão.

Ainda de acordo com ele, o relatório do GT será entregue no fim de dezembro.

“Vamos elaborar um relatório para apresentar ao governador para que o governo trate com prioridade as reformas para adequar o estádio para 2019”, diz Adrualdo Catão.

Charles Hebert, superintendente do Estádio Rei Pelé e representante da Selaj no GT, adianta que vários itens para as melhorias do Estádio já foram identificados e ressalta a necessidade de agilizar os trabalhos devido às exigências legais.

 

“Já temos vários pontos anotados para o relatório. Vamos trabalhar com cinco eixos: segurança, condições mínimas da CBF, solicitação dos clubes e da Federação, melhorias de conforto, tudo com base na Portaria 290 do Ministério do Esporte. O grande gargalo é o Orçamento, pois há itens para serem licitados”, diz Charles Hebert.

A Portaria 290 do Ministério do Esporte especifica os requisitos mínimos para relatórios de condições estruturais para arenas esportivas.

DECRETO

O decreto que instituiu o GT para avaliar as condições do Estádio Rei Pelé é o de número 61.694 e foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) em 28 de novembro deste ano.

De acordo com seu Artigo 3º, o GT apresentará seu relatório a Renan Filho até o dia 31 de dezembro. Nele, devem constar as diretrizes para a reforma e adequação do Estádio Rei Pelé ao regulamento da Série A do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Tribuna Hoje

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário