Home Municípios Construído para desabrigados de enchente, residencial fica alagado após chuva em Santana do Mundaú

Construído para desabrigados de enchente, residencial fica alagado após chuva em Santana do Mundaú

Por ABN - ALAGOAS BRASIL NOTICIAS

Construído para desabrigados da enchente que atingiu o município de Santana do Mundaú em 2010, o residencial conhecido como “Jussara” ficou alagado após a forte chuva que caiu nas últimas 24 horas na cidade localizada na Zona da Mata de Alagoas..

Imagens registradas pelos moradores do local e encaminhadas para a redação do TNH1 mostram as ruas tomadas pela água. Quatro residências ficaram inundadas. Veja os vídeos:

A prefeitura de Santana do Mundaú, por meio do chefe de gabinete Daniel Amorim. Ele informou que equipes foram deslocadas ao residencial para a desobstrução das galerias de águas pluviais. “A construção feita pela gestão anterior não deixou galerias que suportassem o montante de água que caiu nesses dias. São galerias pequenas”, disse.

PUBLICIDADE

Amorim também relatou que um estudo de engenheiros pode definir um projeto de ampliação ou de construção de novas galerias. “Nós já detectamos o problema e a engenharia deve acionar o Estado para saber o que pode ser feito em relação a isso”, acrescentou.

Um dos moradores do local, o mototaxista José Nivaldo, informou à reportagem que não foi a primeira vez que o residencial enfrentou problemas com alagamentos. “Eu já construí uma calçada mais alta na minha casa justamente por isso. Mas quatro vizinhos tiveram a residência inundada, a água entrou na casa deles”, afirmou.

Ainda segundo ele, um bueiro de maior porte precisaria ser construído para dar escoamento a águas pluviais. “Eu já cobrei a prefeitura a construção desse bueiro, agora depois disso acho que devem resolver o problema”, destacou.

Além das galerias pluviais, outro fator que pode ter ajudado a inundação do local é o lixo jogado pelos moradores nas ruas do residencial. “Muitos jogam lixos, até barro é encontrado à beira da pista. Tudo isso gera o problema também. Mas sempre alertamos que isso não é bom para a gente”, concluiu o mototaxista. 

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário