Home Entretenimento Para ‘conter gastos’, Prefeitura anuncia suspensão do Maceió Verão

Para ‘conter gastos’, Prefeitura anuncia suspensão do Maceió Verão

Por Alagoas Brasil Noticias

Para ‘conter gastos’, Prefeitura anuncia suspensão do Maceió Verão

FOTO: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Maceió anunciou, na manhã desta quarta-feira (19), a suspensão do Maceió Verão 2019, marcado para acontecer entre janeiro e fevereiro. A medida, em caráter emergencial, foi comunicada no site oficial do Município como uma das medidas de contenção de gastos da máquina pública para o ano que vem, em decorrência da queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o aumento das despesas com a folha salarial.

De acordo com a prefeitura, apesar do modelo de parceria com a iniciativa privada, o festival não teria como ser realizado. A alegação é que o momento seria necessário para concentrar os esforços e os investimentos nas áreas prioritárias.

Por meio desta e de outras medidas, o Município pretende cumprir a meta de economia de R$ 3 milhões por mês em 2019, “a fim de manter o equilíbrio econômico financeiro municipal”.

O secretário municipal de Gestão, Reinaldo Braga, explica que a redução de gastos ficará entre 10 e 30% do custeio das secretarias, em itens como energia elétrica, combustível, emissão de passagens e diárias, veículos e telefonia. Também serão reduzidas despesas variáveis na folha de pagamento, como horas extras.

Apesar de já vir reduzindo sucessivamente o custeio este ano e tomando medidas para aumentar a arrecadação própria, o secretário municipal de Economia, Fellipe Mamede, destaca que a prefeitura precisa enxugar ainda mais as despesas, sob o risco de não conseguir manter o pagamento da folha dos servidores em dia.

“O pagamento em dia do funcionalismo é nossa prioridade e em função disso é necessário apertar ainda mais o cinto para que possamos manter esse equilíbrio financeiro e manter os investimentos fundamentais de que a cidade precisa, que é a missão da Prefeitura”, comentou o secretário.

Segundo Mamede, somente em 2018, Maceió deixou de receber cerca R$ 65 milhões do FPM. Após o reajuste dos servidores, a folha de pagamento do município, levando em conta os aposentados, pensionistas e ativos, é de cerca de R$ 100 milhões por mês.

Fonte: Gazeta web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário