Home NotíciasPolitica Renan Filho: novo secretariado toma forma; confira alguns nomes

Renan Filho: novo secretariado toma forma; confira alguns nomes

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: Cada Minuto / Arquivo | Renan Filho

O governador Renan Filho já definiu como será seu novo secretariado no segundo mandato. Uma frase muito usada internamente, dentro da gestão, “novo mandato é um novo governo” vai definir as mudanças na nova equipe. Que não serão poucas.

O governador está priorizando pessoas de sua confiança, e até de seu circulo de amizade, para cargos estratégicos na gestão. O chefe do Gabinete Civil será Fabricio Carneiro, filho do desembargador do TRF, Paulo Carneiro, um dos juristas mais respeitados do país. Fabricio já trabalhava no Gabinete Civil, na chefia de gabinete de Fábio Farias, que vai se afastar do governo para cuidar de suas empresas.

No Detran, Renan vai nomear outro ex-integrante do Gabinete Civil. O advogado Adrualdo Catão, que teve o seu nome “vazado” na frente dos outros, para impedir qualquer pedido político sobre o órgão. Estes pedidos já existiam desde a campanha. Junto com Adrualdo, vai para o Detran outro homem de confiança do governador. Victor Virginio, que deixa a secretaria de gestão interna da Seplag.

O ex-secretário da Semarh, Alexandre Ayres, passa a trabalhar dentro do gabinete civil, junto a Fabricio Carneiro, como adjunto. Em uma composição feita pelo próprio governador.

A secretaria de Esportes deixa de existir e passará a fazer parte da Secretaria de Educação. Assim como a secretaria do Trabalho, que assim como acontecerá no governo Bolsonaro, será reformulada e deixará de ter esse nome.

As duas secretarias do “campo social”, Secretaria de Prevenção à Violência e Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos deverão ser unidas em uma única pasta. Que não terá mais o ex-deputado Givaldo Carimbão à frente. Aliás, a intenção do governador é passar esta pasta para uma pessoa de perfil técnico.

Existem dúvidas ainda sobre a continuidade dos nomes que estão à frente da Saúde e da Educação. No caso, Cristhian Almeida, pode ir para uma nova missão. E Luciano Barbosa, que acumula hoje a secretaria de educação, pode sair do cargo. Já que terá uma dedicação e um papel mais importante na gestão.

Policia Militar e Bombeiros

Entre outras pastas, o Corpo de Bombeiros deve passar por mudanças, assim como a Policia Militar. A secretaria de Cultura depende de uma nova definição, e em último caso pode ser até extinta. Em relação a ARSAL, a mudança depende da renúncia do atual gestor, que deve acontecer até o fim do ano.

Toda a parte de finanças e planejamento fica com o que chamam de “Turma do Santoro”, que se fortaleceu muito na primeira gestão. George Santoro inclusive foi sondado pela equipe do novo ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, mas decidiu continuar em Alagoas.

Renan Filho tenta ainda “puxar” um deputado federal eleito de seu grupo para o secretariado. O alvo era marx Beltrão, que deciciu continuar em Brasília. O nome agora tentado pelo governador é o do ex-deputado estadual Isnaldo Bulhões. A negociação continua.

A intenção do governador, com estas mudanças, é dar um perfil mais “técnico” ao secretariado e diminuir, o máximo que puder, a cessão de “secretarias de porteira fechada” para aliados políticos, formando sua equipe com pessoas ligadas pessoalmente a figura de Renan Filho.

Fonte:  Cada minuto

 

 

 

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário