Home Blog Edmilson Texeira Blog do Edmilson Teixeira : BATALHA

Blog do Edmilson Teixeira : BATALHA

Por Alagoas Brasil Noticias

A cidade de Batalha/AL entrou em clima de festa na última sexta-feira, quando todo um cenário foi montado, a fim de celebrar com muita ênfase, seus  71 anos de emancipação política. A abertura  do evento aconteceu à noite, com um show musical denominado de “Louvor e Adoração para Deus” com a presença do cantor Irmão Lázaro, e logo após, teve show com a banda ADD+.

Cardápio

“Na verdade, o dia oficial da festa foi no sábado, 21; cuja programação pela manhã teve  celebração religiosa e em seguida hasteamento das bandeiras. Pois o evento ganhou força a partir das 14h, com a realização de Corrida Ciclística; Gincana Automobilística, Torneio de Futebol de Campo e à noite teve o tradicional Baile das Personalidades”, disse um assessor.

Situação

O município de Batalha vem sendo administrado pela prefeita Marina Dantas (MDB), que com muita dificuldade econômica, sobretudo em meio a tanta crise, tem feito o possível para manter a máquina administrativa em pleno vapor. Pois é naquela região sertaneja, que Batalha tida como a capital alagoana da Bacia Leiteira, se destaca com serviços de Educação, Saúde, Saneamento, Cultura e tantos outros.

Parceiros

“Nossa luta tem sido uma constate, cujo trabalho de parceria com os governos estadual e federal, tem nos dado fôlego e ânimo para tocar ações de cidadania para o nosso povo”, comenta  a prefeita Marina. Sabe-se que a partir do próximo ano, Marina Dantas terá um grande reforço no Parlamento alagoano, que é o ex-prefeito de Batalha e seu esposo, Paulo Dantas (MDB)  eleito agora deputado estadual com mais de 40 mil votos. Salientando que o atual presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Luiz Dantas, é sogro da prefeita.

Boca da Mata

O vice-prefeito Valter Acioli  reassumiu, desta vez por seis meses a Prefeitura de Boca da Mata. Gustavo Feijó o titular teria deixado o comando no começo do ano, a fim de se dedicar ao longo de nove meses ao cargo de presidente da CBF, Região Nordeste. Feijó passou todo aquele período amparado em três licenças médicas, intercaladas a cada três meses. Feijó retornou no mês passado, mas já na última semana  apresentou uma outra licença médica, desta vez mais gorda; 180 dias. O teor desse atestado, segundo um vereador, é problema de pressão.

Boca da Mata  

Funcionários da Prefeitura revelam que Valter Acioli agora ganhou condições para escalar seu time de secretários; caso queira fazer ao longo desses próximos meses. É que o vice Acioli esteve  durante nove meses à frente da Prefeitura, sem poder mexer com ninguém do primeiro escalão. “Acredito que o alto salário que Gustavo Feijó fatura na CBF, fez com que ele perdesse a tara de comandar uma Prefeitura cheia de problema”, disse um informante, dando conta de que o gestor afastado na condição de “doente” ficará também embolsando mensalmente o gordo salário de prefeito.

Piranhas

A prefeita Maristela Sena Dias (PP) vem enfrentando um impasse sem precedência com a bancada da Câmara Municipal, quanto a aprovação da Lei de Orçamento Anual- LOA. A situação vem se arrastando há três meses, período em que o projeto foi enviado para o Legislativo. Na última quarta-feira, quando tudo estava previsto para acontecer à aprovação, por exemplo, não houve quórum na Casa para votação.

Junqueiro

Temendo os prejuízos que podem ser acumulados com a saída de Junqueiro do Conisul, a gestão vem apelando para a população, na expectativa que a pressão popular ajude a destravar a pauta na Câmara de Vereadores. O Projeto de Lei que altera o Protocolo de Intenções do Consórcio tramita no Legislativo desde novembro e até o momento não entrou para votação.

Campanha

A fim de colocar a população a par da situação e mobilizar as pessoas para permanência no Consórcio, a Prefeitura de Junqueiro vem fazendo o que pode: audiências públicas que contaram com a participação do prefeito e da equipe de Saúde e Educação do município, entrevistas em programas de grande audiência, explicando todos os benefícios já conquistados pela cidade devido à compra compartilhada de medicamentos e insumos, além dos serviços de saúde de média e alta complexidade.

Manifesto

Na última quinta-feira, a gestão municipal promoveu um grande ato pelas ruas da cidade. “Participar do Consórcio só trouxe melhorias visíveis para a nossa cidade e consequentemente, para a nossa população. O que tem acontecido de ótimo para a Saúde do nosso município, pode ser estendido para a Educação, com a participação em um grandioso projeto, denominado Programa de Melhoria da Educação, destinado para os 17 Municípios Consorciados, entre eles Junqueiro”, explica o prefeito Carlos Augusto.

Diagnóstico

A presidente do Conisul, Pauline Pereira, reforça que a saída de Junqueiro do Consórcio representa um retrocesso. “Após cinco anos vivendo uma realidade de crescimento regionalizado o município está na berlinda correndo o risco de ficar isolado e, consequentemente, sofrer sérios danos com o desabastecimento de medicamentos, materiais odontológicos, materiais hospitalares, elétrico, de informática, além dos serviços de saúde. Quem vai sentir o impacto mais forte será a população, uma vez que a maioria das pessoas depende dos serviços públicos”, expõe.

Fonte: Edmilson Teixeira

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário