Home NotíciasPolicia ‘Se não pagar por proteção, vão ter de sair da quebrada’, dizia miliciano

‘Se não pagar por proteção, vão ter de sair da quebrada’, dizia miliciano

Por Alagoas Brasil Noticias

Carioca extorquia comerciantes em Maceió | Foto: TNH1O homem que morreu durante confronto com a polícia durante a madrugada desta terça-feira (15), na Vila Brejal, região central de Maceió, vinha tentando implantar uma milícia no residencial Maceió I. Quem não aceitasse o novo sistema era expulso do conjunto.

O TNH1 teve acesso a áudios enviados por ‘Carioca’ – como era conhecido o suspeito – a comerciantes do bairro, onde ele deixava claro que aquele que não aceitasse sua proposta seria mandado embora.

“A senhora sabe como funciona o Comando Vermelho? É igual ao sistema do Rio de Janeiro”, explica ‘Carioca’ em um dos áudios usados na investigação do setor de inteligência da PM. “Todas as empresas que funcionam aqui vão fechar com a gente. Cobramos 10% e, em troca, garantimos a segurança da empresa e mandamos nossos garotos cobrarem os clientes que estão sem pagar. É como um seguro, uma troca de serviços”, negociou o criminoso, em outra mensagem. “O morador que não pagar, vai ser obrigado a sair da quebrada”, assegurou ainda.

Em outro arquivo, ‘Carioca’ tenta intimidar um comerciante que o bloqueou, depois de receber as condições da suposta extorsão. “Vi que vocês me bloquearam. Se não forem colaborar, vou pedir pra tirar o sinal de internet daqui do conjunto!”, disse em tom intimidador. Além dos 10%, ele também  queria pontos de Wifi para os garotos que fazem parte do grupo criminoso.

Carioca foi atingido por disparos no tórax e morreu antes de chegar ao Hospital Geral do Estado (HGE).

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário