Home Municípios PGE se manifesta contrária a obra do Aeroporto de Maragogi

PGE se manifesta contrária a obra do Aeroporto de Maragogi

Por Alagoas Brasil Noticias

Local onde será construído Aeroporto é, atualmente, um assentamento de trabalhadores rurais (Foto: Divulgação)

Na polêmica novela em torno do Aeroporto Regional de Maragogi, que se prolonga há quase duas décadas, se soma mais um capitulo. Agora por parte da Procuradoria Geral do Estado, que se manifestou contrária à obra do aeroporto por causa de uma divergência de quem seria o verdadeiro proprietário do terreno, no Assentamento Junco, quase na divisa entre Alagoas e Pernambuco. A PGE publicou uma manifestação no Diário Oficial dessa segunda-feira, dia 21, sobre a titularidade do terreno.

Inicialmente acreditava-se que o terreno onde será construído o empreendimento pertencia ao INCRA e que as centenas de famílias que vivem ali há mais de 30 anos seriam indenizadas e realocadas em outro lugar. Mas a descoberta e o aparecimento de outra titularidade paralisou o processo de negociação e regularização do projeto que é uma das promessas mais antigas de Alagoas.

O projeto, que está sob a responsabilidade da Secretaria de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), ao que tudo indica, terá uma solução rápida, já que o real proprietário da área foi localizado e novas negociações já estão em andamento. Lembrando que o Termo de Compromisso para a elaboração do projeto básico do aeroporto foi assinado  em junho do ano passado no valor de R$ 3,2 milhões pelo governador Renan Filho e pelo então ministro dos Transportes, Portos e Aviação, Valter Casimiro.

O Aeroporto Regional de Maragogi tem por objetivo consolidar o município e a própria região Norte como polo turístico regional, ou seja, receberia voos de linha ou charters somente da própria região Nordeste. Maragogi, que já tem a segunda maior rede hoteleira do Estado e a Rota Ecológica, famosa no mundo inteiro por suas praias, e que usufruem de excelente localização, a pouco mais de 120 km de Maceió e Recife, passariam a receber um número muito maior de turistas.

A obra também já teve até o apoio do então candidato a presidência, Jair Bolsonaro, que em outubro de 2018 acenou positivamente para o Aeroporto de Maragogi, reconhecendo o potencial turístico da região da Costa dos Corais.

Fonte: Tribuna Hoje

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário