Home Brasil CBHSF teme que tragédia afete Rio São Francisco

CBHSF teme que tragédia afete Rio São Francisco

Por Alagoas Brasil Noticias

Maciel tem recebido informações do roteiro da lama

FOTO: ARQUIVO CBHSF

O risco da lama da barragem da Vale que rompeu na cidade mineira de Brumadinho, no interior de Minas, chegar ao Rio São Francisco causa preocupação o Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco. O vice-presidente, Maciel Vieira, em entrevista à Rádio Gazeta disse que a poluição pode afetar a cadeia produtiva ao longo do rio, em especial por conta da contaminação de peixes e do solo.

Ele lamentou que três anos após o rompimento de uma barragem com rejeitos em Mariana, também em Minas, o problema se repita com a eliminação de vidas e destruição da natureza.

“Até quando o país vai conviver com tragédias ambientais assim. É muito preocupante, do ponto de vista ambiental porque essa região está em pleno período úmido, ou seja, com chuvas e que vai até abril. Há também a questão do Rio Paraopebas que é berçário para várias espécies que também povoam o Rio São Francisco”, disse Maciel. 

Desde que a tragédia ambiental teve início, no final da amanhã de sexta-feira, Maciel disse que recebeu vários vídeos de pescadores já apontando a mortandade de alguns peixes.

“A maior parte da lama deve ser retida na Hidrelétrica de Retiro Baixo a 290km de onde rompeu a barragem. As turbinas já estão fechadas para que não sejam danificadas. É uma tratativa com a Agência Nacional de Águas, porque logo abaixo fica o São Francisco na Hidrelétrica em Três Marias. A lama deve chegar no final da tarde de domingo”, completou Maciel. 

Por conta da possibilidade da poluição também chegar ao São Francisco que nasce em Minas, passa pela Bahia, Pernambuco e Alagoas, fez a Polícia Federal abrir inquérito para apurar responsabilidades.

Fonte: Gazeta web

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário