Mundo

Oposição formaliza apoio a novo referendo sobre Brexit

Líder trabalhista disse que defenderá permanência na UE | 9 JUL 2019 | às 11h39

Líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, deixa sua casa em Londres

Foto: Peter Nicholls / Reuters

O Partido Trabalhista, que lidera a oposição ao governo conservador no Reino Unido, formalizou nesta terça-feira (9) seu apoio oficial a uma segunda consulta popular sobre a saída do país da União Europeia.

Além disso, a legenda de centro-esquerda disse que fará campanha pela permanência na UE em caso de uma nova votação e atuará contra qualquer hipótese de Brexit sem acordo, como cogita o favorito para suceder a primeira-ministra Theresa May, Boris Johnson.

A decisão marca o fim de uma postura ambígua do Partido Trabalhista e de seu líder, Jeremy Corbyn, sobre o Brexit e sobre a hipótese de uma segunda consulta. Em uma carta aos membros do partido, Corbyn cobra que tanto Johnson quanto seu adversário na corrida pela liderança do Partido Conservador, Jeremy Hunt, aceitem um novo voto popular sobre a saída da UE.

“Quem quer que se torne primeiro-ministro deve ter a confiança de voltar ao povo e submeter seu acordo a votação pública. Neste caso, quero deixar claro que o Partido Trabalhista fará campanha pela permanência e contra qualquer acordo conservador que não proteja a economia e os postos de trabalho”, disse Corbyn.

Apesar disso, o partido afirma que, caso o governo conservador caia, os trabalhistas, se assumirem o poder, negociarão um novo acordo com Bruxelas, porém para um rompimento menos drástico. O posicionamento de Corbyn tem como objetivo aglutinar as forças anti-Brexit dentro do partido, que também conta com uma consistente base eurocética – cerca de um quarto de seu eleitorado.

O acordo do Brexit foi rejeitado três vezes pelo Parlamento do Reino Unido, o que provocou a renúncia de May. Seu substituto será definido em uma eleição entre os membros do Partido Conservador, que detém a maior bancada na Câmara dos Comuns. O novo prazo para o divórcio entre Londres e Bruxelas foi fixado em 31 de outubro.

Fonte: Terra

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar