Politica

Bolsonaro: indicarei um ministro ‘terrivelmente evangélico’ para o STF

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que terá direito a indicar dois ministros do STF e que "um deles será terrivelmente evangélico"; "Muitos tentam nos deixar de lado dizendo que o estado é laico. O estado é laico, mas nós somos cristãos", disse | 10 de julho de 2019 | 10 de julho de 2019 | 10:12

(Foto: Isac Nóbrega – PR)

247 – O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quarta-feira (10) que terá direito a indicar dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e que “um deles será terrivelmente evangélico”. Bolsonaro se diz católico, apesar de ter se batizado anos atrás na Assembleia de Deus; sua esposa, Michelle Bolsonaro, é evangélica. 

“Muitos tentam nos deixar de lado dizendo que o estado é laico. O estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares [Alves, ministra]: Nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes. Por isso, o meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal [STF]. Um deles será terrivelmente evangélico”, disse o presidente em culto evangélico na Câmara dos Deputados. 

O chefe do Planalto voltou a defender, mas de forma pública, o ministro evangélico no STF quando a Corte criminalizou a homofobia, no mês de junho. Quando era do PP, o congressista chegou a dizer que “ter filho gay é falta de porrada” (assista aqui).

Fonte: Brasil 247

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar