Policia

Prisão, em Alagoas, de acusado de matar ator e pais é fake

Por Gabriela Flores | 17/07/2019 | às 14:15 | Fake ou Real

Divulgação | Paulo Cupertino Farias

É fake a informação de que o comerciante Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, foragido e acusado de assassinar o ator Rafael Miguel (integrante do grupo Chiquititas) e seus pais João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Miriam Selma Miguel, de 50, teria sido preso nesta quarta-feira, dia 17,  na cidade de São José da Laje, interior de Alagoas.

À reportagem do CadaMinuto, uma escrivã da delegacia do município informou que “foi preso um homem parecido com o suspeito e após realizarem consultas e levantamento de dados ficou constatado que havia apenas semelhança física com o acusado do triplo homicídio”.

O caso

O ator Rafael Miguel  e  seus pais foram assassinados no último dia 9 de junho na Zona Sul de São Paulo.

A polícia paulista informou que Paulo Matias atirou 13 vezes nas vítimas porque não aceitava o namoro de sua filha Isabela Tibcherani Matias, de 18 anos, com Rafael. As imagens das câmeras de segurança da rua onde o crime aconteceu mostram as vítimas sendo atingidas por disparos e o comerciante fugindo. 

Fonte: Cada Minuto

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar