Anadia/AL

16 de outubro de 2021

Anadia/AL, 16 de outubro de 2021

Após mulher ter dedos decepados, deputados fazem “vaquinha” para quem identificar criminosos

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 7 de agosto de 2019

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
ff

Vinícius Firmino-Ascom/ALE | Deputado Cabo Bebeto 

Consternado com o violento caso ocorrido no último dia 27 de julho, na cidade de Arapiraca, quando uma empresária teve dois dedos da mão direita decepados por assaltantes, o deputado estadual Cabo Bebeto (PSL) fez um pronunciamento nesta quarta-feira, dia 07, na Assembleia Legislativa para cobrar informações sobre a identidade dos autores do delito.

O parlamentar, que é presidente da Comissão de Direitos Humanos da ALE,  foi de mesa em mesa conversando com os pares e sugeriu a criação de uma “vaquinha” para recompensar quem passar informações. Bebeto ofereceu R$ 3 mil e com os colegas o montante da recompensa chegou a R$ 12 mil.

O que se espera agora é que quem tiver informações sobre a identidade e paradeiro dos suspeitos faça a denuncia para que possa ser efetuada a prisão dos responsáveis pelo crime.

O deputado ressaltou que ” a denúncia pode ser feita à polícia pelo número 181 de forma anônima ou não, mas é importante destacar que o sigilo da fonte é garantido”.

Quando for efetuada a prisão dos acusados, Cabo Bebeto comentou que irá se informar junto à polícia sobre a identidade do denunciante e efetuar o pagamento da recompensa “de forma discreta e segura”.

O caso

Na noite da sexta-feira, dia 27, Marizete Maria de Oliveira, estava na oficina mecânica de propriedade dela e do esposo quando foi surpreendida por dois homens que entraram no estabelecimento numa motocicleta.

A mulher chegou a pensar que eram clientes. A dupla anunciou o assalto e pediu as chaves do carro da família. Ao ficarem sabendo que estavam com o esposo de Marizete, e que ele não estava no estabelecimento, eles pegaram uma faca e um martelo e deceparam os dedos indicador e o polegar da mão direita.

Em seguida eles chegaram a apalpar os seios da vítima e levaram R$ 2 mil que estavam em seu sutiã. Marizete chegou a dizer que não entregou o dinheiro aos ladrões porque na hora do ocorrido não se lembrou.

Fonte: Cada Minuto

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter