PoliciaSLIDE

Mais de 20 são presos em operação contra integrantes de facção em Alagoas

15/08/19 - 13h59

Uma operação integrada, e simultânea em estados do Brasil, cumpre 42 mandados de prisão e 37 de busca e apreensão contra integrantes de uma facção criminosa, desde as primeiras horas desta quinta-feira (15), em Maceió e em sete municípios do interior alagoano. As ordens judiciais foram expedidas pela 17ª Vara Criminal da Capital. Até o momento, 21 pessoas foram presas.

Além de Maceió, as cidades de São Miguel dos Milagres, Maragogi, Japaratinga, Paripueira, Passo de Camaragibe, São Luís do Quitunde e Matriz de Camaragibe também são alvo da ação.

 

(Crédito: Cortesia/MP)

Dos 42 mandados de prisão, três foram cumpridos na capital, sendo dois no Sistema Prisional de Alagoas, um na Penitenciária Baldomero Cavalcanti e outro no Presídio de Segurança Máxima. 

Três armas de fogo, sendo duas pistolas e um revólver, foram apreendidas. Além disso, em Matriz de Camaragibe, a polícia recolheu 37 bombinhas de maconha e cerca de 200 gramas de cocaína. Já em Maragogi, uma balança de precisão, 224 gramas de maconha, oito gramas de crack e mais 44 bombinhas de crack foram encontrados durante o cumprimento dos mandados. 

Segundo informações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado, a operação é resultado de três procedimentos investigatórios criminais do Gaeco – e um inquérito policial do Departamento de Narcóticos da Polícia Civil de Alagoas. 

Todos os procedimentos do Ministério Público Estadual de Alagoas são referentes aos crimes de tráfico de drogas e organização criminosa e, para este trabalho executado hoje, os alvos foram três células diferentes do PCC. Já a Polícia Civil investiga a quarta célula da facção.

(Crédito: Cortesia/MP)

Segundo os promotores de justiça do Gaeco, as drogas – maconha, crack e cocaína – comercializadas pela organização criminosa no Litoral Norte de Alagoas saem de Maceió. 

Os presos e os materiais apreendidos foram encaminhados para a sede da Deic e da Denarc, em Maceió.

As diligências desta quinta-feira são realizadas simultaneamente nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro. Ao todo, estão sendo cumpridos mais de 300 mandados judiciais em todo o país.

Reincidência

A maioria dos presos é reincidente, já tendo sido processada e presa pelo mesmo crime de tráfico de entorpecentes.  As quatro células do PCC já atuam no estado há pelo menos cinco anos.

Veja vídeos:

Fonte: TNH1

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar