ANADIA -AL .SLIDE

Missa do 22º Domingo do Tempo Comum Anadia

Paróquia N. Sra. da Piedade | Celebração Padre Eric Oliveira | Por Carlos Alberto | 01|09|2019 às 11:17

CELEBRAÇÃO PADRE ERIC OLIVEIRA

Santa Missa, ou celebração da eucaristia, é a principal celebração religiosa da Igreja Católica , para as igreja, a missa é o cumprimento do mandamento de Cristo de fazer o que Ele mesmo fez na Última Ceia e é o sacramento em que se recebe o Corpo e o Sangue de Cristo sob a matéria do pão e do vinho, atualizando, de acordo com a Igreja Católica Romana o supremo sacrifício de Cristo na cruz (o Mistério Pascal) e tornando assim presente a salvação, renovando a Santa Ceia ou comemorando um banquete festivo em memória da salvação efetuada por Cristo.

Os fiéis católicos participam da missa aos Domingos e nas festas de guarda. Teologicamente, a missa mais importante é a dominical, pois, na liturgia da igreja, é nesse dia que Jesus Cristo ressuscita. 

Professora: Elza Almeida

Primeira Leitura

Primeira Leitura (Eclo 3,19-21.30-31)

Leitura do Livro do Eclesiástico:

Filho, realiza teus trabalhos com mansidão e serás amado mais do que um homem generoso. Na medida em que fores grande, deverás praticar a humildade, e assim encontrarás graça diante do Senhor. Muitos são altaneiros e ilustres, mas é aos humildes que ele revela seus mistérios. Pois grande é o poder do Senhor, mas ele é glorificado pelos humildes.

Para o mal do orgulhoso não existe remédio, pois uma planta de pecado está enraizada nele, e ele não compreende. O homem inteligente reflete sobre as palavras dos sábios, e com ouvido atento deseja a sabedoria.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Nayara Lins

Salmo

Responsório (Sl 67)

— Com carinho preparastes uma mesa para o pobre.

— Com carinho preparastes uma mesa para o pobre.

— Os justos se alegram na presença do Senhor,/ rejubilam satisfeitos e exultam de alegria!/ Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome!/ O seu nome é Senhor: exultai diante dele!

— Dos órfãos ele é pai, e das viúvas protetor:/ é assim o nosso Deus em sua santa habitação./ É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados,/ quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura.

— Derramastes lá do alto uma chuva generosa,/ e vossa terra, vossa herança, já cansada, renovastes;/ e ali vosso rebanho encontrou sua morada;/ com carinho preparastes essa terra para o pobre.

Jovem Welington

Segunda Leitura

Segunda Leitura (Hb 12,18-19.22-24a)

Leitura da Carta aos Hebreus:

Irmãos: Vós não vos aproximastes de uma realidade palpável: “fogo ardente e escuridão, trevas e tempestade, som da trombeta e voz poderosa”, que os ouvintes suplicaram não continuasse.

Mas vós vos aproximastes do monte Sião e da cidade do Deus vivo, a Jerusalém celeste; da reunião festiva de milhões de anjos; da assembleia dos primogênitos, cujos nomes estão escritos nos céus; de Deus, o Juiz de todos; dos espíritos dos justos, que chegaram à perfeição; 24ade Jesus, mediador da nova aliança.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Padre Eric

Evangelho

Anúncio do Evangelho (Lc 14,1.7-14)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Aconteceu que, num dia de sábado, Jesus foi comer na casa de um dos chefes dos fariseus. E eles o observavam. Jesus notou como os convidados escolhiam os primeiros lugares. Então contou-lhes uma parábola:

“Quando tu fores convidado para uma festa de casamento, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante do que tu, e o dono da casa, que convidou os dois, venha te dizer: ‘Dá o lugar a ele’. Então tu ficarás envergonhado e irás ocupar o último lugar. Mas, quando tu fores convidado, vai sentar-te no último lugar. Assim, quando chegar quem te convidou, te dirá: ‘Amigo, vem mais para cima’. E isto vai ser uma honra para ti diante de todos os convidados. Porque quem se eleva, será humilhado e quem se humilha, será elevado”.

E disse também a quem o tinha convidado: “Quando tu deres um almoço ou um jantar, não convides teus amigos, nem teus irmãos, nem teus parentes, nem teus vizinhos ricos. Pois estes poderiam também convidar-te e isto já seria a tua recompensa. Pelo contrário, quando deres uma festa, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos. Então tu serás feliz! Porque eles não te podem retribuir. Tu receberás a recompensa na ressurreição dos justos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Homilia

“Porque quem se eleva, será humilhado; e quem se humilha, será elevado” (Lucas 14,11).

Jesus foi convidado para participar de um banquete na casa do chefe dos fariseus. Ele observou que os convidados escolhiam os primeiros lugares…

Katia Mendonça

Preces

Caríssimos irmãos supliquemos com humildade ao O Pai do Céu, que nos manda interceder por todos os homens pedindo-lhe que escute a nossa oração: ouvi-nos senhor.

1. “Nada acrescenteis, nada tireis” (Dt 4, 2). Entregastes à Igreja a vossa Palavra para que guardasse integralmente o Depósito da Fé; fortalecei o Papa e os Bispos, os Presbíteros e Diáconos na missão de proteger e ensinar a vossa doutrina. Rezemos ao Senhor.

2. “Não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar contra o inocente” (Sl 14, 5). Ensinai-nos a usar com justiça e desapego os bens desse mundo, e colocar o que temos ao serviço dos irmãos mais necessitados. Rezemos ao Senhor.

3. “Sede praticantes da Palavra” (Tg 1, 22). Que a Palavra ouvida e meditada na liturgia e em nossa oração pessoal oriente todas as nossas ações e pensamentos para vossa glória e bem de toda Igreja. Rezemos ao Senhor.

4. “Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim” (Mc 7, 6). Que a honra que vos prestamos com nossos lábios seja o transbordar de um coração totalmente apaixonado por vós. Rezemos ao Senhor.

5. “Senhor, que morará em vossa casa?” (Sl 14, 1). Que nossos irmãos que já deixaram a moradia de seu corpo sejam acolhidos nas moradas que preparastes para os que amam vosso nome. Rezemos ao Senhor.

Ministra Olga Nunes e Padre Eric

A distribuição da sagrada comunhão

A Eucaristia é a celebração central da Igreja. Na verdade, a Igreja não celebra a si mesma, e, sim a história a que ela se deve, a esperança que a anima, a vinda do Senhor, por meio da qual ela se deixa transformar; no entanto, nessa celebração ela representa, ao mesmo tempo, o que ela deveria ser: uma comunidade que dá testemunho de Jesus Cristo e do reino de Deus por ele anunciado, que tenta viver esse testemunho no serviço ao próximo e que representa simbolicamente, na celebração da liturgia, ambas as coisas- o testemunho da palavra e o testemunho da ação. 

COMUNIDADE

Fonte: ABN | Alagoas Brasil Noticias

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar