Home Alagoas Ruas do bairro histórico de Jaraguá recebem a 9ª Bienal Internacional do Livro de AL a partir desta sexta, 1º

Ruas do bairro histórico de Jaraguá recebem a 9ª Bienal Internacional do Livro de AL a partir desta sexta, 1º

Por Alagoas Brasil Noticias

Imagem | Wesley Menegari

Consolidada como o maior evento literário, cultural e social do Estado, a Bienal Internacional do Livro de Alagoas chega à sua 9ª edição em 2019. A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio de sua editora (Edufal), é a grande promotora do evento, sendo a única universidade pública brasileira que realiza uma Bienal do Livro totalmente gratuita, sem cobrança de ingresso e sem fins lucrativos. As suas atrações vão muito além do acadêmico e estão voltadas para os mais diversos públicos, promovendo acessibilidade à leitura e à cultura em suas mais variadas possibilidades.

A 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas será realizada de 1 a 10 de novembro de 2019, em Maceió, e ganhará as ruas do histórico bairro de Jaraguá, com personagens da literatura e livros que andam. Além da tradicional feira de livros, o evento trará na sua programação lançamentos de novos títulos, oficinas, palestras, rodas de conversa com pessoas escritoras convidadas, espetáculos de música, dança, teatro, contação de histórias e outras expressões artísticas, espaços de convivência e alimentação.

Durante os 10 dias de evento, mais de 250 mil pessoas são esperadas para visitar os espaços que agregam leitura, cultura, produção e divulgação do conhecimento. Serão promovidos debates sobre os mais diferentes temas, assim como encontros entre público, autoras e autores, editoras e distribuidoras presentes. Além disso, docentes e estudantes das redes pública e privada de ensino, da educação infantil ao nível superior, bem como a sociedade em geral, poderão desfrutar de performances e apresentações artísticas, valorizando a riqueza cultural de Alagoas, do Brasil e de outros países.

Este ano, o tema da Bienal gira em torno da nossa História, que precisa, cada vez mais, ser contada em um livro aberto: uma verdadeira imersão e uma ampliação do sentido das palavras liberdade e autonomia que a História nos dá. Buscamos, com isso, promover uma reflexão sobre nossos processos de formação histórica, autonomia, construção de identidade local e nacional.

Para a concretização do evento, tratamos de estabelecer parcerias com o Governo do Estado de Alagoas, a Prefeitura Municipal de Maceió e órgãos públicos, além de distintas iniciativas privadas, que reconhecem a importância da ação pioneira da Ufal para a comunidade alagoana e de todo o Brasil, abraçando, mais uma vez, a Bienal Internacional do Livro de Alagoas.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário