Home NotíciasPolitica Delegados repudiam “tentativa de intimidação” de Bolsonaro na apuração do caso Marielle

Delegados repudiam “tentativa de intimidação” de Bolsonaro na apuração do caso Marielle

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: Brasil 247

247 – Em nota conjunta, associações que representam delegados de polícia repudiaram a declarações de Jair Bolsonaro que acusa o a polícia civil do Rio de Janeiro de manipular as investigações para incriminá-lo n o caso do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Para as entidades, Bolsonaro tenta intimidar a Polícia Civil do Rio, “com o intuito de inibir a imparcial apuração da verdade”, ao insinuar a adulteração de provas e referir-se ao delegado que comanda o inquérito, Daniel Rosa, como “amiguinho” do governador Wilson Witzel (PSC-RJ). 

“Valendo-se do Presidente da República e de instituições da União, [Bolsonaro] claramente ataca e tenta intimidar o delegado de polícia do Rio de Janeiro, com o intuito de inibir a imparcial apuração da verdade”, destaca um trecho da nota assinada por Adepol (Associação dos Delegados de Polícia do Brasil), Fendepol (Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil), e por entidades que representam a categoria no Rio, Amazonas e Pará.

“O cargo de chefe do Poder Executivo federal não lhe permite cometer atentados à honra de pessoas que, no exercício de seu múnus [dever] público, desempenham suas funções no interesse da sociedade e não que qualquer governo”, completa.

Fonte: Brasil 247

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário