Home Mundo Papa Francisco defende desarmamento nuclear no Japão

Papa Francisco defende desarmamento nuclear no Japão

Por Alagoas Brasil Noticias

O papa Francisco desembarcou neste sábado (23) em Tóquio, para uma visita de quatro dias ao Japão, onde pedirá, no domingo (24), o desarmamento nuclear direto de Nagasaki e Hiroshima, cidades martirizadas pela bomba atômica norte-americana ao fim da Segunda Guerra Mundial.

A viagem ao Japão é a segunda e última parte de uma turnê asiática do pontífice que o levou pela primeira vez à Tailândia nesta semana, onde concentrou seu sermão na tolerância religiosa.

Antes de sua viagem à Terra do Sol Nascente, o Papa Francisco divulgou, em forma de um cartão postal com sua assinatura, a imagem de um menino carregando nas costas, nas ruínas de Nagasaki, o cadáver do irmão .

Francisco deve ser o primeiro papa a declarar em Nagasaki e Hiroshima a ilegitimidade moral da posse de armas nucleares.

Até agora, o Vaticano se contentou em se posicionar contra o poder destrutivo da bomba e considerava a dissuasão nuclear um mal menor. Para o papa jesuíta, possuir armas atômicas é ameaçar usá-las, e é preciso questionar sua posse.

No Japão, a memória do horror nuclear está desaparecendo e os países de Nagasaki e Hiroshima não assinaram o tratado da ONU sobre a proibição de armas nucleares, talvez porque o Japão dependa, para sua segurança, de proteção nuclear dos Estados Unidos.

Face às ameaças de que a Coreia do Norte se declare uma potência nuclear, seguida pela China, o Japão quer manter uma capacidade nuclear, apesar do acidente de Fukushima, com o objetivo de equipar-se, por sua vez, se necessário, da bomba atômica.

Fonte: G1 Mundo

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário