EsportesSLIDE

CRB se despede da temporada 2019 com derrota por 2×0 para o Bragantino-SP

Depois de flertar com o G4, Galo termina a Série B com a modesta 7ª colocação; revés impediu o Regatas igualar seu recorde de pontos na Segundona | Por Mauricio Manoel | 30|11|2019 às 20:18

CRB se despede da temporada 2019 com derrota por 2×0 para o Bragantino-SP | FOTO: ARI FERREIRA/BRAGANTINO

CRB concedeu a cereja do bolo na festa do acesso do Bragantino. Neste sábado (30), o Galo não suportou a pressão do campeão da Série B e levou dois gols no segundo tempo, finalizando a temporada de 2019 com um gostinho amargo. Ytalo e Claudinho decretaram o 2×0 no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP.

Com o resultado, o Galo terminou a Segundona na 7ª colocação, com 55 pontos, três a menos que a melhor pontuação já conquistada pelo clube em toda trajetória na competição, ocorrida em 2016. 

Isolado na liderança, com 75 pontos, o Bragantino subiu para a Série A de 2020 junto de Sport, Coritiba e Atlético-GO. Em contrapartida, a Série C da próxima temporada terá a presença de Vila Nova, Criciúma, São Bento e Londrina.

CRB perigoso

CRB teve duas boas oportunidades no primeiro tempo e depois  Bragantino cresceu | FOTO: ARI FERREIRA/BRAGANTINO

O primeiro tempo da partida em Bragança paulista reservou bons momentos para o CRB. Aos 6′ minutos, Barreto parou Élton no meio-campo ofensivo e concedeu falta a favor do Galo. O camisa 77 jogou a redonda no na área e Lucas Abreu cabeceou, obrigando Alex Alves fazer uma grande defesa.O baixinho da Arábia estava inspirado. Aos 8′, Élton carregou a bola e, na entrada da área, soltou uma bomba rasteira, raspando o poste direito do Bragantino. O CRB seguiu melhor na partida até aos 20 minutos inciais, mas, depois, o dono da festa começou a aparecer.

Liderado pelo meia Claudinho, destaque da equipe na Série B, o Bragantino manteve a bola nos pés, só que não conseguiu fazer o goleiro Fernando Henrique a trabalhar. Assim continuou a equipe de Antônio Carlos Zago, com posse e nenhuma efetividade.

Cereja do bolo

Na segunda etapa, Claudinho deitou e rolou na defesa alvirrubra e ajudou na construção da vitória | FOTO: ARI FERREIRA/BRAGANTINO

Pressionado moralmente para se despedir da Segundona com vitória, o Braga subiu a linha de marcação e tomou uma postura mais ofensiva na etapa final. Logo aos 8′, Aderlan ajeitou para Claudinho, que chutou rasteiro, mas a bola bateu na muralha montada pelo CRB frente a meta de FH.O clima era festivo e, aos 11 minutos, ficou clara essa teoria. O zagueiro Anderson Marques, de 33 anos, foi sacado pelo técnico Zago para entrada de Léo Ortiz. Esta foi a última partida do xerife que se aposentou dos gramados neste sábado. Durante a caminhada até a saída de campo, Anderson foi abraçado por todos os jogadores do Braga e, inclusive, pelos regatianos. 

Quando a partida foi retomada, o Bragantino tratou de fazer aquilo que estava acostumado na Série b: o gol. Aos 28′, Ytalo tabelou com Aderlan, tirou Fernando Henrique da jogada e estufou a rede alagoana: 1×0.

Bragantino já havia carimbado o acesso e festejou o título com vitória sobre o CRB | FOTO: TWITTER

Após ser vazado, o técnico Marcelo Cabo retirou o volante Lucas Siqueira e colocou o centroavante Edson Cariús. Porém, quem chegou com perigo mesmo foi Claudinho, que soltou um balaço na entrada da área e obrigou o arqueiro Fernando Henrique se esticar todo para evitar a ampliação do placar. Aos 37′, Edimar pegou a bola na meia lua da grande área, fintou dois defensores do CRB, mas Robinho, em posição irregular, se antecipou ao lance e fez o gol, que foi anulado. O mesmo não aconteceu com Claudinho, aos 44 minutos, que recebeu um belo passe de Aderlan dentro da pequena área e não teve problemas para finalizar, fazer o 2×0, e colocar a cereja no bolo da festa no Nabi Abi Chedid. 

Fonte: Gazeta Web

 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Fechar