BrasilSLIDE

TRF-5 nega pedido e mantém veto a nomeação do presidente da Fundação Palmares

13|12|2019 Ás 13:47

O jornalista Sergio Nascimento de Camargo havia sido nomeado como presidente da Fundação Palmares. (Foto: Reprodução/Mídias Sociais)
 
Nesta sexta-feira (13), o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) divulgou a decisão da manutenção, em caráter liminar, da suspensão da nomeação do jornalista Sérgio Nascimento de Camargo para a presidência da Fundação Cultural Palmares – órgão de promoção da cultura afro-brasileira.
 
Em edição extra do “Diário Oficial da União” da quarta-feira (11), o governo do presidente Jair Bolsonaro suspendeu a nomeação, seguindo a ordem judicial. Em sua conta oficial no Facebook, nesta sexta-feira (13), o presidente afirmou que reconduziria Camargo à presidência caso o recurso saísse vitorioso.
 
No fim de novembro Camargo foi nomeado à presidência da Fundação Palmares, e a escolha causou reações. O motivo é uma série de publicações, nas redes sociais, em que o jornalista relativiza temas como a escravidão e o racismo no Brasil.
 
Antes mesmo de ser escolhido para o cargo, Camargo fez uma publicação classificando o racismo no Brasil como “nutella”. “Racismo real existe nos Estados Unidos. A negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda”, afirmou. Ainda, caracterizou o período da escravidão como “terrível, mas benéfico para os descendentes”. 
 
No dia 3 de dezembro, Sérgio publicou uma mensagem numa rede social na qual disse que “sente vergonha e asco da negrada militante”. “Às vezes, [sinto] pena. Se acham revolucionários, mas não passam de escravos da esquerda”, escreveu.
 
Fonte: Diario de Pernambuco
 
 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar