Brasil

Advogados querem que investigação contra Deltan Dallagnol seja conduzida pelo STF

O procurador Deltan Dallagnol, responsável pela Operação Lava Jato em Curitiba, continua correndo risco de punição por conduta suspeita ao criar organização para gerir um fundo bilionário formado com recursos recuperados pela Petrobras. Advogados recorrem ao STF do arquivamento das investigações pelo Conselho Nacional do Ministério Público | 13 de janeiro de 2020 | 05:31 h

Procurador Deltan Dallagnol (Foto: José Cruz/Agência Brasil)


 247 – Advogados ligados ao grupo Prerrogativas vão ao STF contra o arquivamento, no Conselho Nacional do Ministério Público, de pedido de investigação sobre a conduta de Deltan Dallagnol ao criar fundação para que a Lava Jato gerisse R$ 2,5 bilhões recuperados pela Petrobras. 

O corregedor do CNMP, Rinaldo Lima, isentou Dallagnol, entre outros fatores, por considerar que o processo se baseava em diálogos divulgados pelo The Intercept, tidos por ele como ilegais. A informação é do Painel da Folha de S.Paulo.  

O site The Intercept revelou não apenas esta irregularidade cometida por Dallagnol, mas muitas outras que demonstraram uma coduta irregular do procurador à frente da Lava Lato.   

Os advogados avaliam que o CNMP é excessivamente corporativista e que o caso deve ser investigado pelo próprio Supremo.

Fonte: Brasil 247   
 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar