opções binárias funcionam como investir certo em ações binarias operação day trade horarios4 qual é a melhor corretora para investir day trade o que devo estudar para opçoes binarias melhor aplicativo para operar com swing trade the forex trading coach pdf indicador gratis topos e fundos de opçoes binarias opções binárias no final de semana estratégia opçoes binarias trade investing como funciona padrões de candle opções binarias bonus sem deposito opcoes binarias trades golpistas de opçoes binarias o que significar operar em resistencia trade opções binárias hilo lista de todas as corretoras que oferecem opções binárias
Home Municípios Sindprev denuncia que HGE funciona ‘no limite’ e está sucateado

Sindprev denuncia que HGE funciona ‘no limite’ e está sucateado

Por Alagoas Brasil Noticias

O Sindicato dos Trabalhadores em Seguridade Social no Estado de Alagoas (Sindprev/AL)  denunciou, nesta quarta-feira (15), à Gazetaweb, que o Hospital Geral do Estado (HGE)  está ‘sem vida’ e funcionando com problemas estruturais e sem os insumos necessários. Faltam medicamentos e diversos equipamentos estão parados. 

Entre os problemas apontados, segundo a diretoria do Sindprev, está a ineficiência dos geradores do hospital. “É um hospital sem vida. Geradores que não funcionam em um hospital com uma complexidade daquelas. Imagine uma queda de energia, quem é que vai sofrer? Eu questiono as autoridades e a sociedade”, revelou a diretora Valda Lima.

O presidente do Sindicato, Fernando Mata, afirma que, dos sete geradores que existem, quatro não funcionam. “Na última queda de energia, levou quase uma hora para voltar”.

Mata acrescenta que dos R$ 300 milhões do orçamento geral do governo do Estado, R$ 80 milhões são destinados para o HGE. “Só o HGE leva quase R$100 milhões do orçamento da Sesau e está sucateado”, pontua. 

Ainda entre as inúmeras denúncias, com fotos e vídeos, Valda Lima afirma que o hospital está funcionando sem tomografia há 15 dias. O Sindicato cita ainda a existência de esgoto que escorre abertamente pelos corredores do hospital [veja vídeo]

Falta de energia no HGE de Alagoas

.”Os medicamentos básicos em falta também demoram cerca de 15 dias para serem fornecidos. O hospital não tem estrutura para receber os pacientes., mesmo após tantos anos de denúncias. Os elevadores estão há três anos sem funcionar. O povo à mercê. Pessoas entubadas em macas, com tanto dinheiro desviado, e os pacientes sem cama. Os funcionários trabalham de forma precarizada”, afirmou Valda. 

Para entregar um relatório sobre essas e outras denúncias sobre o HGE, o Sindicato e o Conselho Estadual de Saúde (CES) vão se reunir com gestores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). A reunião acontece no auditório do INSS, a partir das 14h30 desta quarta. 

Em contato com a assessoria de comunicação do HGE, a reportagem foi informada de que a Unidade de saúde só vai se pronunciar após a reunião.

Fonte: Gazeta Web

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário