quanto custa um contrato pra operar no day trade investir na fox trader é pirâmide como funciona o pagamento em opções binárias opções binárias qual valor para iniciar forex trading cashback indicadores opçoes binarias curso de trader em opções binárias do básico ao avançado como configurar grfico para operar no mercado financeiro prts trader curso opçoes binarias no rio grande do sul forex trading with 3 moving averages estrategia rainbow ma para opçoes binarias videos opcoes binarias tempo de expiração em opções binárias bonus de opçoes binarias robo investe opções binarias prever sinais opções binárias o que é martingale nas opções binárias
Home Geral Com falta de recursos para o Pronaf Mais Alimentos, CONTAG e Federações buscam solução para a retomada da contratação de projetos de investimento

Com falta de recursos para o Pronaf Mais Alimentos, CONTAG e Federações buscam solução para a retomada da contratação de projetos de investimento

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: Divulgação

Com a suspensão da contratação do Pronaf Mais Alimentos por falta de recursos, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) vem buscando explicações e providências junto ao governo federal para que as demandas dos agricultores(as) familiares em relação aos projetos do Pronaf sejam atendidas o mais breve possível.

O Plano Safra 2019/2020 foi lançado prevendo R$ 31,22 bilhões para a agricultura familiar por meio do Pronaf. Conforme dados do Banco Central do Brasil, foram aplicados até final de dezembro de 2019 R$ 17,8 bilhões em mais de 838 mil contratos. Deste valor, R$ 8,9 bilhões foram aplicados no Pronaf Custeio e R$ 8,1 bilhões do Pronaf Investimento.

Conforme os agentes financeiros, como o BNDES por meio do Aviso SUP/ADIG Nº 01/2020 de 10 de janeiro de 2020 e informações da DIRAG do Banco do Brasil, estão suspensos pedidos de financiamento para o Pronaf Mais Alimentos. No caso do BNDES, estão suspensas as linhas do Pronaf Investimento com taxas de juros de 4,6% ao ano.

A CONTAG lembra que essa situação já ocorreu na Safra 2018/2019 com a dificuldade de contratação de projetos na ordem de R$ 1 bilhão, sendo em torno de R$ 350 milhões junto ao Banco do Brasil e R$ 650 milhões com o BNDES (Cresol, Sicoob, Sicredi, Banrisul, BRDE, entre outros).

Apenas considerando a situação do estado do Rio Grande do Sul, que também está buscando solução junto ao Ministério, há uma demanda na ordem R$ 500 milhões de recursos subvencionados para o crédito Pronaf Mais alimentos. O governo sinalizou para a FETAG-RS a possibilidade de remanejamento de R$ 1 bilhão para a linha de financiamento para atender todo o país. Esta demanda será levada para o Conselho Monetário Nacional que estará reunido na próxima quinta-feira (30).

A Confederação também oficializou pedido junto ao governo federal destacando a necessidade de que as linhas de crédito sejam imediatamente restabelecidas para que os agricultores e agricultoras familiares não sejam prejudicados em seus projetos produtivos, além de cobrar o empenho do Ministério da Agricultura na busca por recursos para equalizar os projetos atendendo a demanda da safra atual.

Fonte: Contag


Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário