xp investimentos trade como operar trade stop na binance o que são sinais em opções binárias operações day trade como funciona operar mini indice day trade home broker quando operar olymp trade corretoras de opçoes binarias direto do mt4 opções binárias ficou rico forex day trading returns fx trader investimentos tuleti operadora trader forex market trading senha treinamento gabs opçoes binarias estrategia opçoes binarias até 12 oportunidades irrf operações a vista com day trade opções binárias qual tipo de conta bancária opções binárias corretoras brasil
Home NotíciasEsportes CSA peca na defesa e perde por 3×1 para o River-PI pelo Nordestão

CSA peca na defesa e perde por 3×1 para o River-PI pelo Nordestão

Por Alagoas Brasil Noticias

CSA peca na defesa e perde por 3×1 para o River-PI pelo Nordestão | FOTO: VICTOR COSTA

OCSA foi até o Piauí enfrentar o River, no Estádio Albertão, pela Copa do Nordeste, na tarde deste sábado (1). O Azulão já havia perdido a primeira partida da competição e tentava se aproveitar do momento ruim do Galo de Carijó, que não tinha vencido nenhuma partida na temporada. Apesar disso, o time piauiense conseguiu a vitória por 3×1, com dois gols de Emerson e um de Luccas Brasil para o Tricolaço, e Allano para o time marujo.

A equipe alagoano não conseguiu se achar na partida, sofrendo defensivamente com as investidas do River e criando poucas chances de perigo no ataque. O único gol do CSA saiu nos minutos finais com o estreante Allano.

O Azulão continua na lanterna do grupo B do Nordestão, com nenhum ponto, enquanto o Tricolaço é o primeiro colocado do grupo A, com 4 pontos.

O CSA entra em campo novamente na próxima quinta-feira (6), pela Copa do Brasil, contra o Vitória-ES, às 20h30, no Estádio Salvador Costa. Já o River-PI recebe o Bahia, no Albertão, quarta (5), às 21h30, pela mesma competição.

Defesa do CSA não conseguiu segurar o jogo do Tricolaço | FOTO: VICTOR COSTA

Apagão

O River-PI começou a pressionar o CSA já nos primeiros minutos de jogo. Aos 10′ o Galo Carijó chegou bem, com Jean Natal, que recebeu de Emerson e arriscou um chute, mas a bola acabou subindo muito. 

A defesa do Azulão ficou acuada com a pressão do time piauiense e cedeu o primeiro gol aos 16 minutos, com Emerson, que fez boa jogada com Júnior Bacanal e recebeu entre os zagueiros. Na saída de Bruno Grassi, o jogador bateu e marcou: 1×0 para o River. 

O torcedor do CSA esperava uma resposta logo em seguida, mas o time sofreu um apagão que resultou no segundo gol do Galo. Aos 20′, após cobrança de escanteio, Val Bacabal resvalou a bola, que ficou para Luccas Brasil mandar para o fundo das redes e ampliar o placar para 2×0.

O time alagoano não conseguiu chegar com perigo ao ataque e causava pouca preocupação à defesa piauiense. Em contrapartida, o setor ofensivo do River não dava descanso. Aos 28 minutos, Gustavo Henrique recebeu a bola, chutou e viu Grassi fazer a defesa. 

A equipe maruja apresentava problemas na criação e tentava chegar no ataque com as decidas de Rafael Bilu. O atacante fez uma boa jogada aos 42 minutos, quando invadiu a área e arriscou um chute, mas parou na boa defesa de Mondragon, goleiro do River.

A última boa chance da primeira etapa aos 46′. O CSA chegou bem com Rafinha, que cobrou escanteio e Luciano Castán cabeceou, mas parou em Mondragon.

River teve boas chances com as triangulações no ataque | FOTO: VICTOR COSTA

Etapa final

No segundo tempo, o Azulão tentou levar perigo ao ataque na tentativa de diminuir o placar. Aos 2 minutos, Pimpão avançou pela esquerda, cruzou para Diego Maurício arriscar um chute que desviou na zaga do River. Dois minutos depois, Rafinha cobrou escanteio fechado e Mondragon espalmou para longe.

O bom início do CSA não assustou o River, que fez o terceiro gol aos 7′, novamente com Emerson. Após bom avanço de Luccas Brasil pela direita, o jogador recebeu pelo meio e chutou para o fundo das redes: 3×0.

O ataque do River, junto com o meio campo, causou estragos na defesa do CSA, que, por muitas vezes, acabou se atrapalhando com as investidas do Tricolaço.

Aos 31 minutos, Bruno Grassi levou um susto. Jean Natal dominou a bola no peito e chutou no canto do goleiro azulino.

O gol da redenção do CSA saiu aos 45′ com o estreante Allano. Pimpão ganhou da zaga do River e tocou para o atacante, que tocou para o fundo das redes e diminuiu o placar para 3×1.

River – Mondragon; Ronald, Cris, Wagner Silva, Emerson; Mateus Muller [Biro Biro], Gustavo Henrique, Jean Natal; Valdo Bacabal, Érico Junior [Cris Maranhense] e Luccas Brasil. 

Técnico: Zé Roberto

CSA – Bruno Grassi; Norberto, Alan Costa, Luciano Castán, Rafinha; Yago [Jean Kléber], Geovane, Renatinho; Diego Maurício [Jarro Pedroso], Rafael Bilu [Allano] e Rodrigo Pimpão.

Técnico: Maurício Barbieri

Arbitragem – O árbitro foi José Henrique de Azevedo Júnior (CBF-MA). Antônio Adriano de Oliveira (CBF-MA) e Antônio Fernando de Sousa Santos (CBF-MA) foram os assistentes.

Fonte: Gazeta Web



Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário