Politica

Ciro cobra pedido de desculpas de Guedes por chamar servidor de parasita

"Paulo Guedes ataca servidores dentro de sua sanha incontrolável de cortar direitos dos trabalhadores", escreveu o ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT-CE) no Twitter. "Atacou policiais, médicos, professores. Atacou seus colaboradores no Ministério que comanda. Deve pedir desculpas pela imensa besteira que falou!", disse | 8 de fevereiro de 2020 | 13:58 h

(Foto: REUTERS/Nacho Doce)

247 – O ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT-CE) cobrou de Paulo Guedes um pedido de desculpas ao povo brasileiro após o ministro da Economia chamar servidores públicos de ‘parasitas’.

“Paulo Guedes ataca servidores dentro de sua sanha incontrolável de cortar direitos dos trabalhadores. Atacou policiais, médicos, professores. Atacou seus colaboradores no Ministério que comanda. Deve pedir desculpas pela imensa besteira que falou!”, escreveu o ex-ministro no Twitter.

Várias lideranças rebataram a declaração do ministro. No Twitter, o repúdio alcançou um dos principais TTs (trending topics, ou Tópicos de Tendências, em português). 

Além de afirmar que o ministro parece nutrir o ódio, ac Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal disse que Guedes “desinforma e confunde a sociedade ao afirmar que servidores públicos têm reajustes salariais automáticos e acima da inflação”. 

“A última negociação salarial para a maioria do serviço público federal se deu há mais de quatro anos e apenas repôs parte da inflação até então. No caso específico da Polícia Federal, há perdas inflacionárias desde o ano de 2016. Cada centavo de correção inflacionária decorre de extenuantes e prolongadas negociações com os governos, da mesma maneira que costuma ocorrer na iniciativa privada entre patrões e empregados”.

Ciro Gomes
@cirogomes
 

Paulo Guedes ataca servidores dentro de sua sanha incontrolável de cortar direitos dos trabalhadores. Atacou policiais, médicos, professores. Atacou seus colaboradores no Ministério que comanda. Deve pedir desculpas pela imensa besteira que falou!

 
Fonte: Brasil 247  
 

Facebook Comments

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar