PoliticaSLIDE

Com medo de Lula, Bolsonaro exige de Guedes crescimento mínimo de 2%

Desemprego alto, crescimento baixo e dólar disparando ameaçam popularidade de Bolsonaro | Folha | 21|92|2020 às 12:45

Foto: Montagem/Ricardo Stuckert
De acordo com assessores presidenciais presentes, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) pediu ao ministro da Economia, Paulo Guedes, que a economia cresça, no mínimo, 2% em uma reunião nesta semana.

Como resposta, Guedes afirmou que será possível atingir, ou até superar, o percentual. No entanto, a resposta não tranquilizou o presidente. De acordo com relatório Focus, divulgado pelo Banco Central na última segunda-feira (17), as projeções do mercado para a economia brasileira caíram. A expectativa de crescimento passou de 2,30% para 2,23%.

Desde o início do ano, em conversas reservadas, Bolsonaro tem demonstrado preocupação com um crescimento fraco e os indicadores econômicos neste ano. Ele teme que, com um desempenho fraco na economia, atuais aliados no setor produtivo e no mercado financeiro se bandeiem para candidaturas de oposição para 2022, como o governador João Doria (PSDB) e o apresentador de TV Luciano Huck.

Bolsonaro teme também que o desemprego alto —em janeiro, a taxa fechou em 11% (11,6 milhões de desempregados) — e crescimento baixo, possam ser explorados por adversários políticos nas eleições municipais deste ano. Isso poderia eleger candidatos de esquerda e dar força ao discurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu principal adversário político.

Fonte: Fórum 


Facebook Comments

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar