Home Alagoas Sobe para sete o número de pessoas com Covid-19 em Alagoas; 59 casos seguem em investigação

Sobe para sete o número de pessoas com Covid-19 em Alagoas; 59 casos seguem em investigação

Por Alagoas Brasil Noticias

Renan Filho durante live para anunciar decreto de situação de emergência em Alagoas | Foto: Reprodução

Subiu para sete o número de casos da Covid-19 em Alagoas. O dado foi confirmado em coletiva à imprensa realizada pelo governador Renan Filho e pelo Secretário de Estado da Saúde na noite deste sábado, dia 21.

Até ontem, o Estado apresentou 132 casos que atendiam à definição de caso suspeito, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde.

Dentre os casos suspeitos, 59 encontram-se em investigação, 47 foram descartados por critério laboratorial e sete foram confirmados, também, por critério laboratorial.

O secretário explicou que todos os casos positivos para a Covid-19 são de Maceió, onde seis pessoas estiveram em viagem ao exterior e uma apresentou os sintomas após chegar de São Paulo. 

“O poder público sozinho não vai conseguir enfrentar o coronavírus e cada pessoa que conseguirmos conscientizar a não sair de casa vai ser menos um a ser contaminado ou contaminar alguém”, alertou Ayres.

“Fique em casa. Esse é o lema do governo”, reforçou Renan Filho.

O chefe do executivo comentou que ontem, em reunião com os governadores nordestinos, todos pediram ajuda à China para disponibilizar equipamentos já que a curva de casos lá é descendente e a embaixada do país já sinalizou positivamente.

“Esta epidemia exige integração de esforços não só nacional, mas sim planetária, já que vários países passam pelos agravamentos da pandemia. Não podemos menosprezar o coronavírus, pois essa pandemia pode crescer mais”, disse o governador.

Renan Filho reforçou a importância de cumprir o decreto de isolamento social e fechamento de alguns estabelecimentos e alertou que “o policiamento do estado está preparado para todas as situações”.

Os moradores de rua serão encaminhados a uma casa de acolhimento pela Prefeitura de Maceió, porém, alguns não querem ir para abrigos e para isso está sendo avaliada uma medida mais determinante, comentou Renan Filho.

O governador destacou que, neste momento, já há 30 leitos de UTI prontos para atender a casos mais graves da Covid-19.

“A maior proteção é o cidadão ficar em casa e é preciso que todos entendam que este é o momento de pensar em vidas; são vidas de alagoanos que estão em jogo e os números são muito dinâmicos e o isolamento social é determinante neste momento”, recomendou o secretário de saúde.

Ainda segundo o governador, nos Postos Fiscais de fronteiras de Alagoas, como Maragogi, que recebe muitos turistas, e na fronteira com Bahia e Sergipe o policiamento e a fiscalização serão reforçados.

Fonte: Cada Minuto

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário