CSA e CRB estão entre os 10 elencos mais valiosos da região nordeste. O estudo feito pelo Diário do Nordeste, baseado no site de estatísticas “Transfermaket”, colocou os clubes azulino e regatiano em 5° e 6° respectivamente.O estudo levou em conta os valores individuais dos atletas de cada elenco e somados, produziram o ranking. Bahia lidera, com avaliação de R$ 149,9 milhões, seguido pelo Sport com R$ 94,4 milhões, à frente do Ceará que tem R$ 93 milhões no elenco, seguido pelo maior rival, o Fortaleza, na 4ª posição R$ 81,5 milhões.

Em Alagoas, dois representantes ocupam a 5ª e 6ª posição. O CSA vem à frente com um elenco avaliado em R$ 70,1 milhões, enquanto o CRB vem na sequência, com avaliação de R$ 54,9 milhões.

O especialista em economia do esporte Fernando Ferreira, da Pluri Consultoria, empresa especializada em gestão financeira no esporte, acredita que esses fatos podem desafiar a hegemonia de grandes times do Brasileirão.

“Estão numa posição competitiva muito favorável no momento. São clubes poucos alavancados, com dívidas baixas e são bem geridos. Nessa hora, discutimos a mudança na hierarquia do futebol brasileiro, que está sendo desafiada por clubes Athletico/PR, Bahia e Ceará e Fortaleza se juntando”, analisa Fernando.

Ranking dos elencos de futebol mais valiosos do Nordeste

1º – Bahia: R$ 149,9 mi

2º – Sport: R$ 96,2 mi

3º – Ceará: R$ 94,8 mi

4º – Fortaleza: R$ 83,1 mi

5º – CSA: R$ 70,1 mi

6º – CBR: R$ 54,9 mi

7º – Vitória: R$ 42,6 mi

8º – Náutico: R$ 36,4 mi

9º – Confiança: R$ 14,7 mi

10º – Sampaio Corrêa: R$ 13,8 mi

Dados: Transfermakt

Cotação atual do Euro: R$ 5,80