Anadia/AL

23 de setembro de 2021

Anadia/AL, 23 de setembro de 2021

Exclusivo: Contas de luz comprovam que casa de Wassef não estava vazia

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 21 de junho de 2020

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
dd

Placa do escritório de Wassef na porta do imóvel em Atibaia, onde Queiroz foi encontrado (Reprodução) 

Contas de luz obtidas pela Fórum desmontam o argumento de Frederick Wassef de que o seu imóvel, onde Queiroz foi encontrado, estava vazio

Fórum obteve com exclusividade a partir de consulta ao sistema Elektro as contas de luz da casa, localizada na rua das Figueiras, em Atibaia, onde Fabrício Queiroz foi preso e que pertence ao advogado Frederick Wassef.

Até maio de 2018 o consumo de luz da casa era de menos de 30 reais, o que demonstrava que de fato ela não estava sendo utilizada.

Em junho de 2018 o valor sobe para R$ 533,89 e depois passa a girar em torno de 200 a no máximo 300 reais, até em setembro de 2019 aumentar para 773,35. Depois disso as contas têm um aumento e passam para uma média acima dos 400 reais. Veja nas imagens abaixo.

Essas contas desmontam o argumento de Frederick Wassef em entrevista à GloboNews na tarde de ontem de que o seu imóvel estava vazio e que ele havia, inclusive, retirado todos os móveis de lá.

“Meu escritório estava em obras. Os móveis estavam do lado de fora. Não tinha nada lá. Vi na TV que encontraram um malote. Isso foi plantado. Não escondi ninguém. Estão me atribuindo coisas que não fiz. O escritório estava vazio. Os móveis estavam do lado de fora da casa. Tudo estava fora do lugar”, afirmou o advogado.

Desde junho de 2018 que as contas de luz demonstram exatamente o contrário.

E o aumento do valor a partir de setembro de 2019 corrobora a informação do caseiro no momento da operação, que teria dito a agentes da Polícia Federal que Fabrício Queiroz e seus familiares estavam escondidos no escritório de Wassef desde julho do ano passado.

Fórum também apurou (veja imagem) que as contas do escritório de Wassef estão em atraso desde março deste ano, acumulando três contas de luz.

Fonte: Fórum  

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter