AlagoasSLIDE

Defensoria quer saber se reeducandos com falta de ar foram testados para covid-19

14/09/20 - 14h13

Após um vídeo que mostra cinco presos passando mal por suposta falta de oxigênio no  Presídio Cyridião Durval, ser divulgado pela imprensa, a Defensoria Pública do Estado informou que vai cobrar explicações aos gestores do Sistema Prisional do estado.  A falta de ar seria por conta da superlotação na cela. 

Em nota enviada à imprensa, a Defensoria questiona se os reeducandos foram testados para covid-19, doença que afetou 213 pessoas no Sistema Prisiona, entre servidores e reeducandos.

Ainda na nota, a Defensoria ressalta “a assistência médica é direito fundamental de todas as pessoas privadas de liberdade e que solicitou explicações sobre as identidades e estado de saúde dos reeducandos”. O ofício foi assinado pelo defensor público e coordenador do Núcleo de Acompanhamento da Execução Penal e Prisões Provisórias da Defensoria Pública, Ricardo Anízio Ferreira de Sá.

No vídeo (abaixo), gravado no sábado (12), os reeducandos aparecem deitados no chão após terem sido retirados da cela para receber atendimento pela equipe de enfermagem.

Seris vai abrir processo adminstrativo 

A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), órgão que administra o Sistema Prisional. O órgão informou que os presos serão reavaliados por uma equipe médica nesta segunda-feira (14) e que vai abrir um procedimento administrativo para apurar o caso. Confira a nota na íntegra:

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) esclarece que os cinco reeducandos que se encontravam reclusos no Presídio Masculino Cyridião Durval e Silva e apresentaram mal-estar no último sábado (12) foram prontamente atendidos por equipe da Gerência de Saúde da Seris, sendo transferidos, por precaução, ao hospital de campanha do sistema prisional alagoano. Eles já não apresentavam nenhuma queixa no mesmo dia do atendimento. Contudo, todos seguem sob observação e irão passar por uma nova avaliação médica nesta segunda-feira (14). Um processo administrativo será aberto para se apurar as circunstâncias do episódio.

Fonte: TNH1

Facebook Comments

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar