Ilustração /Estupro

De acordo com o 14º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta segunda-feira (19) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Alagoas registrou um aumento de 38,7% no número de estupro/estupro de vulnerável e tentativa de estupro/estupro de vulnerável. Os dados são equivalentes aos números de 2019, em contrapartida aos de 2018.

Indo de encontro à taxa nacional, que apresentou uma queda de 1,9% nos casos registrados, o estado teve 634 registros de estupro/estupro de vulnerável e tentativa de estupro/estupro de vulnerável em 2019. No ano de 2018, foram denunciados 455 casos.

A taxa de estupros (medida a cada 100 mil habitantes) em 2019 foi de 19%, maior que os 13,7% registrados em 2018. 

O estado é o terceiro do país em números de estupro e estupro de vulnerável, ficando atrás apenas do Amapá (72,4%) e do Rio Grande do Norte (58,7%).

Alagoas não forneceu ao FBSP os dados que especificam as vítimas mulheres de estupro e o número das tentativas de estupro, nem de assédio ou importunação sexual.

Confira aqui o documento completo.

Fonte: Cada Minuto