Home NotíciasEsportes CSA empata com Brasil-RS e perde a chance de se aproximar do G4 da Série B

CSA empata com Brasil-RS e perde a chance de se aproximar do G4 da Série B

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Fernanda Medeiros – FOTO: CARLOS INSAURRIAGA – 24/10/20 às 08:58

Em jogo na noite dessa sexta-feira (23), pela 18ª rodada da Série B do Brasileiro, o CSA ficou no empate por 1 a 1, com o Brasil de Pelotas-RS, no Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS, e faturou mais um pontinho importante fora de casa. O Brasil abriu o placar com Matheus Oliveira e o time azulino chegou ao empate com Yago. Ambos os gols foram assinalados no 1º tempo.

Como Fica?

A 18ª rodada da Série B ainda está em andamento. Com este resultado, momentaneamente, o Azulão fica na 8ª posição, com 24 pontos. Enquanto o Brasil é o 14º colocado, com 20 pontos.

A Próxima

O CSA terá como adversário na 19ª rodada o Náutico, no sábado (31), às 21h30, no Rei Pelé. Mas o time azulino entrará em campo primeiro na próxima terça (27), às 19h, contra a Chapecoense, na Arena Condá. Este é o jogo atrasado pela 2ª rodada, que foi adiado porque jogadores do CSA estavam acometidos pela Covid-19. Já o time gaúcho vai enfrentar o Vitória, na sexta-feira (30), no Barradão, em Salvador-BA, às 19h15, pela 19ª rodada.

1º tempo

O jogo mal começou e o Brasil foi quem abriu o placar, logo no primeiro minuto. Após cruzamento de Danilo Gomes, Luiz Henrique recebeu a bola dentro da área, ajeitou de calcanhar e Matheus Oliveira chutou forte no meio do gol: 1 a 0.

Com a bola, o Azulão trocava passes, enquanto o Brasil se postava  todo no campo de defesa. O jogo chegava aos 10 minutos, o time azulino mantinha a posse de bola e tentava achar espaços na defesa do Brasil. E na saída errada do Brasil, chegou: Nadson ficou com a bola, arriscou da entrada da área e Rafael Martins foi no cantinho, espalmando para escanteio.
Com a vantagem no placar, o Brasil continuava com todo o time recuado, dando espaço ao CSA para trabalhar a bola no campo de defesa. O primeiro lance de perigo do CSA se deu aos 19 minutos. Nadson bateu o escanteio, a defesa do Brasil de Pelotas afastou parcialmente, Allano pegou de primeira e Rafael Martins fez grande defesa. Aos 20 minutos, o Azulão até marcou o seu gol, mas não valeu. Nadson bateu o escanteio, Pimpão desviou na primeira trave, Marquinhos mandou para o gol, mas o assistente marcou impedimento do jogador azulino. Aos 25 minutos, numa tentativa do CSA, Paulo Sérgio foi lançado na área do Brasil de Pelotas, ajeitou de cabeça para Nadson, que chutou fraco e Rafael Martins caiu para ficar com a bola.

Chegando aos 30 minutos, o Brasil trocava passes no meio-campo e o Azulão saiu para o jogo. E em uma dessas saídas, aos 35 minutos, após cruzamento da esquerda, Paulo Sérgio desviou no primeiro pau e a bola sobrou para Yago apenas empurrar para o fundo do gol. Tudo igual no Bento Freitas: 1 a 1.

Depois que fez o gol, o CSA acordou e foi todo ao ataque, em busca do segundo. Mas não conseguiu, pois o 1º tempo foi até os 49 minutos, após os acréscimos de 4 minutos determinados pelo árbitro.

2º tempo

O primeiro lance de perigo na segunda etapa foi do time gaúcho. Aos 2 minutos, Rodrigo Ferreira cruzou rasteiro, a bola passou por Matheus Mendes e Gabriel Poveda se esticou, mas não conseguiu tocar. Por pouco não aconteceu o segundo gol do Brasil, que passou a ir todo para cima do CSA, após as três substituições feitas pelo técnico Hemerson Maria.

Quando o Azulão teve uma boa chance, na cobrança de uma falta, Diego Renan bateu forte, mas pegou muito mal na bola, que subiu muito e foi por cima da barreira, indo lá nas arquibancadas. Passando dos 15 minutos, o CSA trocava passes, enquanto o Brasil se defendia.

O CSA caiu de produção em relação ao que jogou na primeira etapa e levava pressão do Brasil, apenas se defendendo. Aos 27 minutos, Bruno José mandou na segunda trave azulina e Norberto cortou. O técnico Mozart fez mais alterações na equipe azulina e, entre elas, promoveu a estreia de Bustamante em sua volta ao Azulão.

Aos 33 minutos, o Brasil teve um jogador expulso: Sousa. Por cometer falta dura em cima de Lucas Dias, ele recebeu o cartão vermelho. Com um a menos em campo, o Brasil se postava todo no campo de defesa, e o CSA foi para cima. Aos 38 minutos, o Brasil teve uma chance, com um escanteio. Bruno Matias bateu, mas a bola foi afastada da área azulina. 

A partida ia chegando ao final e o Azulão apertava, seguia em busca do gol da virada e segurava a bola no ataque, enquanto o Xavante se defendia, para segurar o empate. O árbitro deu quatro minutos de acréscimos e, aos 49 minutos, encerrou a partida, com tudo igual no placar; 1 a 1.

Brasil de Pelotas x CSA, no Estádio Bento Freitas – FOTO: CARLOS INSAURRIAGA

Ficha Técnica

Brasil-RS – Rafael Martins; Rodrigo Ferreira, Nuno (Gustavo Cazonatti), Héverton e Alex Ruan; Souza, Bruno José, Bruno Matias e Matheus Oliveira (Luis Felipe); Luiz Henrique (Gabriel Poveda) e Danilo Gomes (Dellatorre) (Felipe Albuquerque). Técnico: Hemerson Maria. 

CSA – Matheus Mendes; Norberto, Ignácio (Cleberson), Luciano Castán e Diego Renan; Marquinhos (Geovane), Yago (Lucas Dias), Nadson e Allano (Bustamante); Rodrigo Pimpão e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Mozart. 

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO).

Assistentes: Leone Carvalho Rocha (GO) e Márcio Soares Maciel (GO).

Fonte: Gazeta Web


Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário