Anadia/AL

16 de setembro de 2021

Anadia/AL, 16 de setembro de 2021

Juiz eleitoral investiga compra de votos e servidores fantasmas na prefeitura de Palestina

Por Alagoas Brasil Noticias

Em 2 de novembro de 2020

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
cats kj

Justiça Eleitoral investiga o candidato a prefeito de Palestina, e seu vice – Foto: Reprodução – Publicado em 02/11/20 às 21:52

Uma ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), proposta no último dia 27 de outubro, envolve o candidato a prefeito, o comerciante José Djalma Gonçalves da Silva (Republicano), o ‘Jaime do Mercado’, e o vice, Onofre Costa da Silva (PROS), o ‘Nah Ferrary’.

Consta na AIJE que a Prefeitura de Palestina, atualmente sob o comando da prefeita Eliane Silva Lisboa, a ‘Lane Cabudo’, para beneficiar Jaime e ‘Nah Ferrary’, seus candidatos à sucessão, foi transformada em cabide de emprego, assegurando o financiamento e a compra de apoio político.

Na denúncia são expostos à Justiça Eleitoral diversas práticas de crimes, dentre elas a inclusão na folha de pagamento do município de parentes e aliados de ‘Jaime do Mercado’ e seu vice.

Ainda na mesma denúncia chama a atenção que na relação de contratados aparecem além do candidato a prefeito e o vice, a mulher de Jaime, Rosilda Feitosa; o filho, José Douglas; as irmãs Marineide Gonçalves e Quitéria Gonçalves; dois empregados, José Batista e Eliane Bezerra, que trabalham em um dos empreendimentos comerciais de Jaime e uma amiga próxima de Jaime, Eluza Soares. Todos, ainda conforme a denúncia, nunca trabalharam nos setores que foram lotados.

Em um dos trechos do documento, já em poder da Justiça Eleitoral, é citado que o candidato a vice, ‘Nah Ferrary’, teria participado de um suposto encontro, em 28 de junho do ano passado. para aceitar ser vice na chapa de Jaime em troca de uma quantia em dinheiro. 

Também no processo, consta que em 1º de julho do ano passado, três dias após o encontro de ‘Nah Ferrary’, Jaime e o marido da prefeita, dois filhos do vice-candidato a prefeito, Onofre Costa da Silva Júnior e Velania Carla Melo da Silva Santos, foram contratados pelo município. Mas igualmente a outros casos semelhantes, os irmãos Onofre e Velania, embora recebessem mensalmente seus salários, nunca foram vistos trabalhando na secretaria que foram lotados.

Também são investigadas as contratações pela Prefeitura de Palestina, em 1º de setembro de 2019, de Euflázio Alves Nogueira Filho, o ‘Flauzinho’, candidato nas eleições em 2016, pelo grupo contrário a Jaime, da mãe dele e das irmãs. 

O juiz eleitoral Edivaldo Landeosi, da 11ª Zona Eleitoral, solicitou da prefeita a relação atualizada de todos os servidores, efetivos e comissionados; cópias das leis municipais de criação dos cargos públicos; da lei que disponha sobre a estrutura administrativa da prefeitura; da lei que fixa o valor dos vencimentos dos servidores públicos efetivos e comissionados e da lei que autoriza a contratação de servidores em caráter temporário, além das cópias das imagens das câmeras de segurança instaladas na sede da Prefeitura e em frente aos estabelecimentos comerciais de ‘Jaime do Mercado’.
Caso as acusações sejam comprovadas pela Justiça, devem ter seus registros de candidatura cassados e se tornarem inelegíveis pelo período de oito anos.

Fonte: 7 Segundos 



Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter