Home Mundo Itália tem mais de 800 mortes por covid pelo 2º dia seguido

Itália tem mais de 800 mortes por covid pelo 2º dia seguido

Por Alagoas Brasil Noticias
Testagem em domicílio para novo coronavírus em Roma, na Itália

Foto: ANSA / Ansa | 17:08

A Itália voltou a ultrapassar a marca de 800 mortes por covid-19 em um único dia, chegando nesta sexta-feira (27) a 53.677 vítimas na pandemia.

Segundo boletim do Ministério da Saúde, foram confirmados 827 óbitos em 24 horas, quinta maior cifra diária desde o início da crise sanitária – o recorde é de 27 de março, com 919 mortes.

O balanço também contabiliza 28.352 novos casos, elevando o total de contágios pelo coronavírus Sars-CoV-2 para 1.538.217. A média móvel de diagnósticos positivos em sete dias manteve a tendência de queda e chegou a 27.496, menor número desde 2 de novembro (26.974).

O lockdown em sete das 20 regiões da Itália e na província de Bolzano, o toque de recolher noturno em todo o território nacional e o fechamento de museus, escolas de ensino médio, cinemas e academias conseguiram desacelerar a curva de contágios na “segunda onda” da pandemia, que chegou a registrar 40 mil casos por dia no país.

No entanto, assim como na primeira fase da crise, entre março e maio, os efeitos nos números diários de mortes demoram mais para aparecer – já são dois dias seguidos com mais de 800 óbitos, algo que só havia acontecido no fim de março.

A Itália ainda soma 696.647 pacientes curados e 787.893 contágios ativos, sendo 3.782 em UTIs, 64 a menos que na quinta-feira.

Alerta

Apesar da tendência de desaceleração, o Instituto Superior da Saúde (ISS) alertou para o risco de um “relaxamento prematuro das medidas ou de uma redução da atenção nos comportamentos”.

“É necessário manter ou reforçar as medidas de mitigação, com base no nível de risco identificado”, afirmou o ISS, órgão científico do Ministério da Saúde, em seu monitoramento semanal da pandemia.

O instituto recomendou ainda que a população evite contatos com pessoas de fora do próprio núcleo familiar. O índice R(t), que calcula a transmissibilidade do vírus, está agora em 1,08 na Itália, contra 1,18 da semana passada, de acordo com o Ministério da Saúde.

Alerta

Apesar da tendência de desaceleração, o Instituto Superior da Saúde (ISS) alertou para o risco de um “relaxamento prematuro das medidas ou de uma redução da atenção nos comportamentos”.

“É necessário manter ou reforçar as medidas de mitigação, com base no nível de risco identificado”, afirmou o ISS, órgão científico do Ministério da Saúde, em seu monitoramento semanal da pandemia.

O instituto recomendou ainda que a população evite contatos com pessoas de fora do próprio núcleo familiar. O índice R(t), que calcula a transmissibilidade do vírus, está agora em 1,08 na Itália, contra 1,18 da semana passada, de acordo com o Ministério da Saúde.

Fonte: Terra 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário