Home Municípios Comarca de Traipu ganha Fórum moderno para atender a população

Comarca de Traipu ganha Fórum moderno para atender a população

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: DICOM – Divulgação – 13:52

A população de Traipu passou a contar, nesta segunda-feira (11), com um novo Fórum, mais moderno e com melhores instalações. O espaço foi inaugurado pelo presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), Tutmés Airan. 

De acordo com o desembargador, o novo Fórum era um desejo antigo, que vai melhorar a prestação jurisdicional na comarca. “Tínhamos três fóruns a fazer e resolvermos priorizar Traipu. Agora falta Matriz [de Camaragibe] e Joaquim Gomes. Todos os outros fóruns estão em boas ou excelentes condições, de modo que a Justiça de Alagoas nesse particular é exemplar”, destacou Tutmés Airan. 
 
Entre as novas instalações estão a sala de audiências e as salas para magistrado e assessores. De acordo com o juiz Raul Cabus, os espaços estão dispostos de uma maneira que possibilita maior interação.

O Fórum também passou a contar com um amplo salão do júri que acomoda melhor os jurados, o público e os membros do Ministério Público, Defensoria e Ordem dos Advogados, além do magistrado e dos servidores.

“Também temos um maior espaço para atendimento ao público. Isso traz uma melhor prestação jurisdicional, com mais comodidade para os servidores e jurisdicionados”, destacou.

O novo fórum disponibiliza ainda salas para advogados, promotores de Justiça e defensores, além de sala de reconhecimento de testemunhas e um estacionamento.

“As antigas dependências não tinham espaço suficiente, nem estrutura para o atendimento da demanda. Com certeza, esse fórum novo se perfaz um grande feito e avanço para o serviço prestado à população”, reforçou Raul Cabus.

A obra foi viabilizada com recursos do Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário de Alagoas (Funjuris).

Novo Fórum da Comarca de Traipu foi viabilizado com recursos do Funjuris. Foto: Caio Loureiro Diego Silveira – Dicom TJAL
imprensa@tjal.jus.br 

Galeria

Fonte: ABN C/ TJ-AL


Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário