forex trading app australia como funciona se eu investir 1000 reais no 2x trader qual a diferença de forex e opções binárias o que é trade no investimento diferenca entre opcoes binarias e forex qual maquina posso usar para operar day trader minimo para investir na activ trader trading opcoes binarias indicador gratis topos e fundos de opçoes binarias equipamentos necessários para operar como trader tipos de operações day trade swing trade position escola de trader operando ao vivo como as corretoras ganham dinheiro nas opções binárias opções binárias iq pdf qual estratégia para acertar sempre em opções binárias opções binárias planilha investimento em renda fixa e usar para day trade
Home NotíciasEsportes Conmebol define a arbitragem para a final da Libertadores

Conmebol define a arbitragem para a final da Libertadores

Por Alagoas Brasil Noticias
A final da Copa Libertadores de 2020 será realizada no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro

Foto: Reprodução/Twitter/@LibertadoresBR / Estadão | 00:00

A Conmebol definiu neste domingo o quadro de arbitragem para a grande final da Copa Libertadores da América, que será decidida entre Palmeiras e Santos, no próximo dia 30, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

O argentino Patricio Loustau é quem comandará o apito na decisão, auxiliado por Ezequiel Brailovsky e Diego Bonfa, conterrâneos do árbitro principal. Já o VAR será liderado por Mauro Vigliano, também da Argentina.

Patricio Loustau é árbitro da primeira divisão argentina desde 2009 e já esteve presente em duas finais da Copa Argentina, tanto em 2016 quanto em 2018. Na última edição da Libertadores, inclusive, ele apitou a semifinal entre Flamengo e Grêmio. Já nesta temporada, conduziu o Gre-Nal da quarta rodada do Grupo E.

Confira o quadro de arbitragem completo da final da Libertadores

Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)

Árb. Asist. 1: Ezequiel Brailovsky (Argentina)

Árb. Asist. 2: Diego Bonfa (Argentina)

4to. Árbitro: Dario Herrera (Argentina)

5to. Árbitro: Julio Fernandez (Argentina)

VAR: Mauro Vigliano (Argentina)

AVAR: Jhon A. Ospina (Colômbia)

AVAR 2: Juan P. Belatti (Argentina)

AVAR 3: Fernando Rapallini (Argentina)

Asesor de Árbitros: Nilson Moncao (Brasil)

Quality Manager: Sergio Correa (Brasil)

Essa será apenas a terceira vez que a Libertadores será decidida entre dois clubes brasileiros. A primeira foi em 2005, quando São Paulo e Athletico se enfrentaram, com os paulistas levando a melhor. No ano seguinte, o Tricolor esteve mais uma vez na final, dessa vez contra o Internacional. Na ocasião, os gaúchos ergueram o troféu.

Fonte: Gazeta Esportiva 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário