alpha forex trading ahmedabad robo de opções binarias gratis iq option video video day trader operando canal de forma corretamente curso protrader webinario metodo pro trader investir forex opções binárias maio 2018 investing opcoes binarias invests well trader gain academy opçoes binarias nenhum bonus de deposito opções binárias melhor estratégia de tendência para opções binárias horarios opções binárias opçoes binarias estrategias trading renda variável operações comuns day-trade exemplo alavancar opçoes binarias catalogador opções binárias invictus douglas s b opções binárias noafx opçoes binarias i-gentor
Home Brasil Alagoana que mora em Manaus relata sentimento de arrependimento por descumprimento de normas

Alagoana que mora em Manaus relata sentimento de arrependimento por descumprimento de normas

Por Alagoas Brasil Noticias

Arquivo Pessoal | Juliete Rocha mora em Manaus há 5 anos | Hebert Borges | 09:41

Morando em Manaus há 5 anos, a alagoana de Junqueiro Juliete Rocha conta que o atual cenário da cidade é de muito medo e desespero. A capital do Amazonas enfrenta uma segunda onda de contágio da Covid-19. Na última semana, pacientes morreram asfixiados em hospitais devido à falta de cilindros de oxigênio.

Além desses sentimentos, ela conta que, agora, a população se mostra arrependida por ter desobedecido as recomendações sobre manter o isolamento social. Professora universitária, ela conta que “infelizmente, teorias de que a pandemia é uma conspiração, ainda são fortes”.

De acordo com a professora, a cidade chegou à situação em que se encontra, “justamente por terem feito pouco caso dos alertas dos profissionais sérios da saúde”. Ela diz que, por lá, o isolamento social quase não foi percebido. “Muito pelo contrário, houve forte pressão pela flexibilização”, cita.

Aos conterrâneos alagoanos, Juliete Rocha manda um recado: “O que acontece neste início de ano na cidade em que eu moro é uma alerta a todo o país sobre o quanto está nos custando, em vidas, fazer pouco caso da doença”, alerta.

Manaus enfrenta caos na saúde — Ministério da Saúde

Juliete Rocha lembra o tratamento dado pelos cidadãos de Manaus às normas de prevenção. “Observei várias vezes as pessoas usando a máscara sobre o queixo. Os clientes colocam a máscara na entrada dos estabelecimentos que exigiam a entrada com máscara, mas a tiravam em seguida”, cita. “O que tomou visibilidade nesta última semana é uma tragédia anunciada. Em outubro, já era percebido por aqui um aumento de casos, porém, devido à proximidade com o mês das eleições, ocorridas em novembro, pouco foi feito como medida para se antecipar a situação que estamos vivendo agora”, completa.

Ela cita que, mesmo vendo a primeira pessoa vacinada no Brasil como um sinal de esperança, é preciso manter os pés no chão. “A população deve seguir as recomendações sanitárias. Primeiramente, serão vacinados grupos prioritários, acredito que ainda demoraremos a ter as nossas rotinas retomadas”, diz.

Fonte: Gazeta Web 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário