opções binárias 1 real curso opções binárias turmas abertas sao luis ma robo opções binárias mercado livre investimentos em opções binárias na rico porque não posso operar pelo rico trade no celular trader de opções binárias qual melhor moeda binaria para investir olymp trade valor mínimo de investimento livros em pdf de opçoes binarias em portugues opcoes binarias passo a passo opções binárias estrategia secreta trader btc como operar cfd trading vs forex trading opções binarias facebook melhores investir no mercado trade corretora de opções binárias nova futuro forex trading advice tipsforex4u.byethost8.com
Home NotíciasEsportes CSA seca o Juventude, bate o Botafogo-SP por 3 a 1, retorna ao G-4 e se aproxima da Série A

CSA seca o Juventude, bate o Botafogo-SP por 3 a 1, retorna ao G-4 e se aproxima da Série A

Por Alagoas Brasil Noticias

Nadson faz valer a lei do ex e, junto com Rodrigo Pimpão e Pedro Júnior, recoloca o Azulão no G-4; com a derrota, Tricolor de Ribeirão Preto é rebaixado para a Série C – Daniel de Oliveira –  Time marujo foi ameaçado em alguns momentos, mas saiu de Ribeirão Preto com a vitória – Foto: José Bazzo / Agência Botafogo – 05:52

O CSA venceu o Botafogo-SP por 3 a 1 e retornou ao grupo de acesso da Série B na noite desta terça (19). Nadson fez valer a lei do ex contra o Tricolor de Ribeirão Preto e, junto com Rodrigo Pimpão e Pedro Júnior, garantiram a vitória azulina no Estádio Santa Cruz, no interior paulista. A partida foi válida pela 36ª rodada da Segundona.

Com a derrota do Juventude para o Avaí, o time marujo recupera a quarta colocação, com 56 pontos somados. Por outro lado, o Tricolor de Ribeirão, com 34 pontos, não tem mais chances de se livrar da degola e disputará a Série C na próxima temporada.

O próximo desafio do Azulão será contra o Brasil de Pelotas na próxima sexta, às 19h15. O duelo frente os gaúchos será no Rei Pelé. Já o Botafogo-SP entra em campo somente na próxima terça (26), às 21h30, contra o Vitória no Barradão em Salvador. As partidas serão válidas pela 37ª rodada da competição.

Time marujo foi ameaçado em alguns momentos, mas saiu de Ribeirão Preto com a vitória — José Bazzo / Agência Botafogo

Primeiro tempo

O início de partida foi marcado pela proativade do ataque azulino, que se predispôs a fazer o jogo se desenvolver no campo adversário. Com isso, o time marujo conseguiu chutar a primeira contra a meta tricolor aos 7 minutos, quando Yago carregou e fuzilou de longa distância.

Não demorou muito para a equipe de Ribeirão se incomodar com a situação desfavorável na partida e foi pra cima do Azulão. Os donos da casa chegaram pela primeira vez e até assustaram aos 17 minutos. Martinelli recebeu pela esquerda, carregou para o meio e queimou o pavio, obrigando Matheus Mendes a fazer uma grande defesa.

A boa chance criada marcou de vez o crescimento do Botafogo no confronto e chegou até a marcar aos 20 com Jeferson, mas foi marcado impedimento no lance. O ataque tricolor chegou assustando novamente aos 26 minutos. O meia Matheus Anjos teve categoria na entrada da área e bateu colocado, mas o arqueiro azulino apareceu mais uma vez para salvar o time do Mutange.

O monopólio das ações ofensivas da partida foi trocado de lado na faixa dos 30 minutos. O Azulão voltou a pressionar após ver seu arqueiro sendo bastante testado e inaugurou o marcador aos 38 minutos. Pimpão recebeu na direita, levantou no meio do pagode e achou o baixinho Nadson, que desviou para o fundo das redes. Placar aberto no interior paulista: Botafogo 0x1 CSA.

A Pantera das Américas até tentou igualar já nos acréscimos com Val, aos 47 minutos, mas foi parado novamente por outra defesaça de Matheus Mendes. O árbitro mineiro já tinha acrescentado mais quatro e a primeira etapa durou 48 minutos. Fim do primeiro tempo: Botafogo-SP 0x1 CSA.

Time marujo foi ameaçado em alguns momentos, mas saiu de Ribeirão Preto com a vitória — José Bazzo / Agência Botafogo

Segunda parte

A etapa complementar teve início com a equipe tricolor trocando figurinhas no campo alviceleste. O Azulão, por sua vez, apostou no contragolpe para tentar chegar ao segundo tento. Apesar da alta posse da redonda, o time de Ribeirão viu os marujos terem mais sucesso nos ataques pontuais, onde teve mais facilidade para invadir a área.

O duelo perdeu em emoção em relação com o primeiro tempo após os 11 minutos, com as equipes fazendo um jogo mais pensado e de muito estudo. Mas não demorou muito para o Azulão voltar a insisistir, utilizando a bola alçada na área.

Com o crescimento do time azulino na partida, o segundo tento se tornou realidade aos 26 minutos. Gabriel cruzou pela esquerda, mas a zaga afastou mal e Rodrigo Pimpão apareceu para, sozinho, estufar as redes tricolores. Placar ampliado no Santão: Botafogo 0x2 CSA.

Ao ver o prejuízo ficar maior, o Fogão se lançou ao ataque no estilo “kamikaze”. A investida deu certo! Logo após dois minutos de sofrer o segundo gol, aos 31, o time de Ribeirão chegou ao empate. Matheus Anjos, em cobrança de escanteio, levantou no meio da área e Walisson Maia subiu entre dois defensores e descontou: Botafogo 1×2 CSA.

A equipe tricolor aplicou a pressão final para equalizar a partida, mas o Azulão conseguiu marcar o terceiro e definir a vitória aos 42 minutos. Numa confusão após o chute de Pedro Lucas, a redonda sobrou para Pedro Júnior dar números finais à partida. A disputa seguiu até os 50 minutos e chegou ao fim com a vitória azulina por 3 a 1.

Time marujo foi ameaçado em alguns momentos, mas saiu de Ribeirão Preto com a vitória — José Bazzo / Agência Botafogo

Botafogo-SP – Igor Bohn; Raniele (Cássio Ortega), Robson, Walisson Maia e Martineli; Victor Bolt, Val e Matheus Anjos; Bady (Judivan), Jeferson e Michel Douglas (Rafinha). Técnico: Moacir Júnior.

CSA – Matheus Mendes; Cedric (Rafinha), Cleberson, Luciano Castán e Diego Renan; Geovane, Yago (Andrigo), Nadson (Rafael Bilu) e Gabriel; Rodrigo Pimpão (Pedro Júnior) e Paulo Sérgio (Pedro Lucas). Técnico: Mozart

Árbitro – Wanderson Alves de Sousa (MG)

Assistentes – Marcus Vinicius Gomes (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG).

Fonte: Gazeta Web



Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário