i make money trading forex corretoras de opçoes binarias dao bonus sem deposito pq nao consigo me dar bem nas opções binárias como montar uma corretora de opções binárias dinheiro ou nada opçoes binarias trading channels forex pdf google proibe anúncios de opções binárias swing trade como escolher onde investir como usar a plataforma mt5 pata operar trade opções binárias de 60 segundos horario para operar opções binarias opções binárias investir opções binárias otc opçoes binarias ou mercados futuros ordem day trade sem permissao pra operar na bolsa como operar swing trader na modalmai opções binárias flanger
Home Alagoas Boletim registra mais 507 casos e nove mortes por Covid em Alagoas

Boletim registra mais 507 casos e nove mortes por Covid em Alagoas

Por Alagoas Brasil Noticias

*Reprodução

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), deste domingo (24/01),confirma mais 507 novos casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o estado tem um total de 114.169 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais2.411 estão em isolamento domiciliar. Outros 108.691 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 8.587 casos em investigação laboratorial.Foram registradas mais nove mortes em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 2.683 óbitos por Covid-19.

 

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 2.683 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 2.675 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 1.498 eram do sexo masculino e 1.177 do sexo feminino. Eram 1.198 pessoas que residiam em Maceió e as outras 1.477 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, baste clicar neste link e baixar os dados da Covid-19.

Óbitos – No boletim deste domingo (24/01), mais nove mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo cinco vítimas da capital alagoana e quatro do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram três homens de 62, 72 e 75 anos e duas mulheres de 72 e 90 anos.

O homem de 62 anos era hipertenso e morreu no Hospital Arthur Ramos, em Maceió; o homem de 72 anos tinha diabetes, doença renal crônica e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; o homem de 75 anos não tinha comorbidades e também morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; a mulher de 72 anos era diabética, hipertensa e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió; e a mulher de 90 anos tinha doença de Alzheimer, era cardiopata, hipertensa e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió.

Em relação às vítimas que residiam no interior do Estado, eram duas mulheres de 57 e 70 anos e dois homens de 39 e 72 anos. A mulher de 57 anos, residia em Porto de Pedras, era hipertensa, diabética e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 70 anos, morava em Canapi, era diabética e também morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; o homem de 39 anos, residia São Miguel dos Campos, era obeso, diabético, hipertenso e morreu na Santa Casa de São Miguel dos Campos; e o homem de 72 anos, morava em Atalaia, era diabético, hipertenso, renal crônico e morreu no Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), em Maceió.

Leitos de Covid-19 do Estado – Dos 728 leitos criados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) para atender, exclusivamente, pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 337 estavam ocupados até a última atualização, o que corresponde a 46% do total. Atualmente, 122 pacientes estão em leitos de UTI, 06 ocupando leitos intermediários e 209 em leitos de enfermaria. Para acompanhar a evolução da ocupação dos leitos exclusivos para Covid-19, acesse http://www.alagoascontraocoronavirus.com.br/

Fonte: TNH1

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário