flanders investment and trade empresas trading forex que faliram aplicativo forex trading em portugues erro mg17 operação em desacordo clear trade como investirem opções binárias trading forex coourse dvd como alavancar opçoes binarias com pouco dinheiro como todo mundo opera opçoes binarias video video day trader operando canal de forma corretamente quanto tempo leva para aprender a operar em opções binárias apostila de operador trade operação de block trade vitinhu h operando opçoes binarias simulador de investimento day trade requisitos para operar day trade corretora para operar com plataforma trader o'que é o valor opcoes binarias quanto investir
Home Brasil Grupos religiosos pedem impeachment de Bolsonaro por ‘não acesso à vacina’

Grupos religiosos pedem impeachment de Bolsonaro por ‘não acesso à vacina’

Por Alagoas Brasil Noticias

*Reprodução

Entidades católicas e religiosas protocolaram hoje um pedido de Impeachment contra presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na Câmara dos Deputados. No documento, os líderes acusam o chefe do Executivo de negligência em relação às medidas de prevenção ao novo coronavírus, em especial pelo caos instalado na saúde pública de Manaus. Este é 63º pedido de impeachment protocolado contra Bolsonaro e apresentado à Mesa da Câmara.

No texto, os religiosos também denunciam Bolsonaro por crime de responsabilidade pelo “não acesso à vacina” e “desprezo pela vida dos cidadãos”.
“Como cristãos e cristãs entendemos ser nosso dever participar da luta pela promoção e defesa dos direitos humanos e contra qualquer tipo de opressão ou ação que tenha como resultado o adoecimento e a morte da população. Por esse motivo é que nos colocamos na luta pelo afastamento do senhor presidente da República Jair Messias Bolsonaro”, escreveram, na peça.

Entre as entidades que assinaram o pedido, está a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC) e Movimento Social Religioso do Distrito Federal. Segundo a pastora Romi Márcia Bencke, do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, a “ausência total de iniciativos do governo para diminuir os impactos” é traduzida pela crise em Manaus.

“Essa é nossa tarefa como pessoas de fé”, disse, ao alegar que o “sufoco” do Amazonas é o “sufoco de todo o país”.

Distanciamento entre Bolsonaro e entidades cristãs

Quando candidato, Bolsonaro construiu apoio com as entidades cristãs para garimpar votos e criar base no Congresso Nacional. Porém, ao longo do mandato, o presidente e os líderes discordaram em algumas pautas colocadas pelo Executivo, gerando um distanciamento entre as partes.

Entre os primeiros pontos de atrito, a discussão sobre a posse e porte de armas de fogo fez com que alguns dos grupos criticassem a postura do presidente e se distanciassem do Planalto. Ainda, a queda de ministros e conflitos com parlamentares do centrão e base aumentaram as frituras.

Com a chegada da pandemia da covid-19 ao Brasil, as iniciativas junto ao Ministério da Saúde agravaram as divergências e religiosos se juntaram à oposição contra o presidente. O anúncio do impeachment por pastores e bispos terminou com um grito de “fora, Bolsonaro” pelos cristãos.

“Temos a consciência de quem nem todas as pessoas das nossas igrejas são favoráveis a esse ato que estamos fazendo, mas é importante destacar essa pluralidade e as contradições que existem no âmbito do Cristianismo. Nem todo Cristianismo é bolsonarista”, afirmou a pastora Romi Márcia Bencke

Fonte: Uol 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário