como vencer nas opções binarias investindo em opcoes binaria indicador online binary opçoes binarias começando a operar na olymp trade papel de parede notebook trader investimento gain academy opçoes binarias vale apena investir a2 trader video do.dante operando como trader da unick qual diferença operações comuns e day trade seguir a tendencia opções binarias operando usando times and trades posso operar como day trader recebendo seguro desemprego açoes binarias como investir evolução de plantas trade-off estratégias e investimentos forex trading income tax malaysia melhores horários para fazer negócios nas opções binárias r2 trader investimentos
Home Alagoas Renan Filho define como “absurda” decisão do governo federal de retirar cadastro do Bolsa Família dos municípios

Renan Filho define como “absurda” decisão do governo federal de retirar cadastro do Bolsa Família dos municípios

Por Alagoas Brasil Noticias

Por Mara Santos – Foto: Flickr – 06:11

O governador de Alagoas criticou o plano do governo federal de retirar o papel dos municípios no cadastramento de beneficiários do programa Bolsa Família. Por meio das redes sócias, Renan Filho definiu como “absurda” a decisão.
“Absurda a decisão do governo federal de tirar as prefeituras do Bolsa Família para cortar custos”, escreveu o governador. “É uma tentativa de bloquear o acesso ao programa”, continuou o chefe do Executivo alagoano. 

Em sua postagem, Renan afirmou que Alagoas seguirá “outra direção fortalecendo os municípios com um novo programa social para as famílias pobres com crianças pequenas”.

A crítica de Renan Filho refere-se a um plano do governo federal, por meio do Ministério da Cidadania, de priorizar o autocadastramento de beneficiários no CadÚnico (Cadastro Único para Programa Sociais) utilizando um aplicativo para celular, nos moldes do que foi feito com o auxílio emergencial.

A decisão do governo Bolsonaro também provocou repúdio da Frente Nacional de Prefeitos (FPN), que em comunicado refutou a substituição do “atendimento humanizado” realizado pelos municípios pelo robotizado. A entidade ressaltou a importância da rede de assistência social das cidades, que realizam o cadastro atualmente.

“Trocar atendimento pessoal e profissionalizado por uma ferramenta tecnológica é retirar humanidade de uma ação do Estado. Isso é uma atitude que vai, mais uma vez, na contramão da tão propagada proposta do presidente da República, Jair Bolsonaro, de “mais Brasil, menos Brasília”, diz trecho do comunicado da FNP.

* Cada Minuto


Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário