triding opçoes binarias robot opçoes binarias brazil trade and investment como identificar suporte e resistencia opções binárias exemplos de operações day trade fnb forex trading operações day trade 8468 sinais opções binárias winnerbinarysignals como preencher darf ganho de capital opçoes binarias 2019 trade opere na bolsa como ganhar dinheiro em opções binarias ventura trade & investment ltd opçoes binarias gratis cursos opera day trade na clear como começar a trabalhar com opções binárias como investir em opçoes de açoes forex trading signals meaning
Home Eventos Ana Paula Padrão reclama de machismo no jornalismo: “Após os 50, somos invisíveis”

Ana Paula Padrão reclama de machismo no jornalismo: “Após os 50, somos invisíveis”

Por Alagoas Brasil Noticias

Foto: Yahoo/ Vida e Estilo | 09:56

Ana Paula Padrão fez um desabafo nesta terça-feira (26) após postar uma foto na praia de biquíni. A jornalista explicou que sua profissão é extremamente machista, e que para ser considerada competente sempre precisou esconder sua vaidade.

“Caí, um sem número de vezes, na armadilha do “pra ser competente tem que ser séria.” No dicionário machista, séria é igual a vestida-dos-pés-à-cabeça, sem sorrisos, sem vaidades. E o oposto tb é verdadeiro nessa cartilha: uma mulher considerada bonita aos olhos dos homens não teria a menor chance de ser competente o suficiente para construir seu próprio caminho profissional. Parece um conceito ultrapassado mas ainda assombra tantas de nós a ponto de construirmos uma persona pública que nem sempre nos representa”, criticou, afirmando que nunca havia postado uma foto de biquíni e que agora quer aproveitar essa liberdade.

“Essa mulher que eles querem ver tem que ser mais austera, menos bem-humorada, mais sisuda. Ela não usa cores fortes, não tem pernas, não usa salto agulha e nunca vestiu um biquini na vida! Ela não é uma mulher equilibrada, não tem vida pessoal, não se diverte e, se já passou dos 50, como eu, ficou invisível”, desabafou Ana Paula, que tem 55 anos.

Por fim, a jornalista afirmou que nunca se sentiu tão bem com a própria imagem, e que pretende continuar aproveitando a vida sem ligar para julgamentos externos. “Hoje essa foto de mim no meu melhor personagem, desempenhando o papel de mim mesma, num lugar em que me sinto confortável, com pouca roupa porque faz calor e de chapéu porque sou vaidosa e cuido da pele do rosto. Passei filtro 50. E volto a trabalhar em breve nos trajes adequados ao ambiente. E em cada uma dessas situações quem define o melhor a fazer sou eu”.

Fonte: Yahoo/ Vida e Estilo 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário