duas operações seguidas day trader pagam impostos forex trading practice app opções binárias é crime ou não forex option trading strategies investir em opções binarias melhor estrategia opções binarias curso opçoes binarias weldes campos pdf de como operar no trader mercado hoje de opções binárias opções binárias da lucro estratégias para negociar opções binárias curso de trader opçoes binarias gratis sobreviver de opções binárias operando day trade estrategias forex automated trading strategies operadoras de trader brasil consultation on forex trading
Home Municípios Bares burlam decreto sobre cuidados durante pandemia e promovem aglomerações

Bares burlam decreto sobre cuidados durante pandemia e promovem aglomerações

Por Alagoas Brasil Noticias

Bares burlam decreto e promovem aglomeração em Arapiraca – Foto: Cortesia ao Portal 7 Segundos | 23:30

Arapiraca é uma das cidades com pior desempenho quando o assunto em pauta são as medidas de prevenção contra o coronavírus. É só percorrer o Bosque das Arapiraca nos finais de semana para perceber que as pessoas não estão muito preocupadas em perder seus entes queridos para a Covid-19.

Incentivando esse comportamento nada responsável, donos de bares e estabelecimentos congêneres estão burlando o decreto estadual que limita o público em eventos para no máximo 300 pessoas.

O Portal 7 Segundos recebeu imagens de um evento realizado na noite do último sábado em um bar localizado no Bosque das Arapiracas. No vídeo, que pode ser visualizado abaixo, é possível ver centenas de pessoas dançando em pé, sem máscaras ou quaisquer outros cuidados.

O mesmo estabelecimento foi citado em matéria anterior do Portal 7 Segundos sobre aglomerações e perturbação do sossego. Na ocasião, moradores do Bosque das Arapiracas reclamavam que os shows que acontecem no local só terminam ao amanhecer.

A cena se repete em toda a cidade.

O Portal 7 Segundos entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de Arapiraca e foi informado de que a cidade está atendendo às normas contidas no último decreto do Governo de Alagoas, sendo assim, as demandas de fiscalização devem ser redirecionadas para os órgãos estaduais.

Fonte: Sete Segundos 

Facebook Comments

você pode gostar

Deixe um Comentário